Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Sul do ES no início do Século XIX – Por Mário Freire

O Sul do ES no início do Século XIX – Por Mário Freire

Rubim descreve uma grande planície até a povoação de Guaranhum, inundável quando se não limpava a vala que conduzia as águas do rio da Costa 

O Governador Rubim - Por Mário Freire

O Governador Rubim - Por Mário Freire

Francisco Alberto Rubim, oficial de marinha, assumiu o governo em 1812. Mandou escrever em 1816 uma descrição da Capitania

Vitória Colonial – Por Mário Freire

Vitória Colonial – Por Mário Freire

O cientista Saint-Hilaire enumera os conventos de S. Francisco e do Carmo quase fora da Vila: o pavimento térreo do segundo já estava ocupado por soldados pedestres

Expulsão dos Jesuítas - Por Mário Freire

Expulsão dos Jesuítas - Por Mário Freire

Em Vitória foi erguido um templo a N. S da Conceição. Foi construído no prolongamento da Rua da Praia no ponto onde a Rua Graciano Neves atinge a Praça da Independência 

O Governador Tovar - Por Mário Freire

O Governador Tovar - Por Mário Freire

A vila do Espírito Santo ainda conservava os alicerces da primitiva alfândega, estabelecida nos primeiros dias da colonização

Primeiros dias do Século XIX – Por Mário Freire

Primeiros dias do Século XIX – Por Mário Freire

O primeiro Governador no século passado, Antônio Pires da Silva Pontes era notável geômetra e astrônomo, com relevantes serviços na demarcação dos limites do Brasil 

Um cimélio do Arquivo Municipal - Por Mário Freire

Um cimélio do Arquivo Municipal - Por Mário Freire

A Prefeitura Municipal de Vitória possui uma planta datada de 1764 do capitão José Antônio Caldas, incumbido de apresentar as plantas de diversas fortificações desta Capitania 

Vitória: uma Vila Fortificada

Vitória: uma Vila Fortificada

Um aspecto da evolução urbana de Vitória que está intimamente ligado ao crescimento da própria cidade é o sistema defensivo, do qual, por alguma sorte, ainda restam uns poucos vestígios

Prospecto e planta da Villa da Victoria e Planta da barra

Prospecto e planta da Villa da Victoria e Planta da barra

Em 1767 o Capitão José Antônio Caldas, servindo na Bahia, foi enviado ao Espírito Santo, para a elaboração de desenhos sobre a Vila de Vitória, Vila Velha e toda a área do porto 

Prospeto da Vila da Vitória

Prospeto da Vila da Vitória

Em 1767 o Capitão José Antônio Caldas, servindo na Bahia, foi enviado ao Espírito Santo, para a elaboração de desenhos sobre a Vila de Vitória, Vila Velha e toda a área do porto