Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Literatura e Crônicas

Os ignorados – Por Mário Martins

Os ignorados – Por Mário Martins

A psicologia do capixaba não é muito conhecida no País. Ele próprio raramente é citado no anedotário nacional. É quase um desconhecido. Ou melhor, é ignorado

Ele era o Professor, nós as Maducas – Por Marilena Soneghet

Ele era o Professor, nós as Maducas – Por Marilena Soneghet

O método do Prof. Guilherme, menos gramático: estimulava a leitura como o ideal para introjetar o aprendizado, melhorar a redação, adquirir estilo

Excentricidades na Paisagem de Vitória - Por Ormando de Moraes

Excentricidades na Paisagem de Vitória - Por Ormando de Moraes

E eis que descubro duas excentricidades: a casinha ao pé do Penedo, talvez construída quando o morro ainda falava, certamente a mais protegida de nossas moradias, e as janelinhas em arco dando um toque de nobreza nas pobres casas dos morros

Vitória em 1936 - Por Renato Pacheco

Vitória em 1936 - Por Renato Pacheco

Comíamos Torta Capixaba, na Semana Santa, e Muxá nas tardes de domingo (Panorama da pequena Vitória de 1936, nas lembranças de Renato Pacheco)

E Vitória mudou ...

E Vitória mudou ...

A Vitória antiga, pequenininha, das cadeiras nas calçadas para a conversa noturna dos vizinhos, dos parentes e dos amigos, se acabou

Regressos – Por Sônia Bonzi

Regressos – Por Sônia Bonzi

Em outros lugares, tudo é morno, sob controle. Nenhum excesso ou vibração delirante.

Exemplo oportuno – Por Cacau Monjardim em dez/1980

Exemplo oportuno – Por Cacau Monjardim em dez/1980

Agora se pode optar pela montanha. Ela não está mais sozinha

Quando o Penedo falava, 1927 - Por Elpídio Pimentel - Parte I

Quando o Penedo falava, 1927 - Por Elpídio Pimentel - Parte I

Glauro é um menino de 10 anos. Seu avozinho depois de esgotar o repertório das histórias de feiticeiros passou as lendas das fadas Melusina e Morgana e as proezas de Dom Quixote  

Memória da Ponte de Camburi

Memória da Ponte de Camburi

Sem dúvida era necessária a ligação entre os dois bairros, onde de um lado a Praia do Canto que muito prosperava com suas belas casas e um comércio já se renovando com lojas modernas e do outro lado a Praia de Camburi

Cachoeiro na obra do cronista Rubem Braga

Cachoeiro na obra do cronista Rubem Braga

O tão caudaloso Rio Itapemirim; o cachorro que tinha até o sobrenome Braga; os pios produzidos na Fábrica Maurílio Coelho; o quintal da casa da Rua 25 de Março, o velho pé de fruta-pão.