Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vasco Fernandes Coutinho

Coutinho ausenta-se novamente da capitania

Coutinho ausenta-se novamente da capitania

Posta certa ordem na governança, Vasco Coutinho atirou-se novamente ao mundo

Vasco Coutinho volta ao Brasil, ano de 1555

Vasco Coutinho volta ao Brasil, ano de 1555

O navio em que Coutinho regressou ao Brasil tocou em Pernambuco e, com certeza, era de sua propriedade

Vasco – Por quê a Ilha do Frade para Valentim Nunes?

Vasco – Por quê a Ilha do Frade para Valentim Nunes?

Nunca fui plebeu. Disfarcei minha condição para me proteger na cadeia. Meu nome é Valentim Nunes

Vasco Coutinho – Por Serafim Derenzi

Vasco Coutinho – Por Serafim Derenzi

Vasco Coutinho não foi o amolecido degenerado das crônicas mal avisadas, nem tão pouco um mistificador, que tramava contra a coroa

65 anos após o desembarque de Vasco Fernandes Coutinho

65 anos após o desembarque de Vasco Fernandes Coutinho

Muito progredira a capitania desde a chegada da Grorya à enseada do Espírito Santo. Vivo estivesse, o primeiro donatário poderia dizer, com justo orgulho, que não fora vão o sacrifício que se impusera para plantar a bandeira do seu rei nesta nesga do solo brasileiro

Galeria de Fotos - Especial Vasco Coutinho

Galeria de Fotos - Especial Vasco Coutinho

Confira nessa Galeria Especial Vasco Coutinho, os locais por onde Vasco passou desde sua chegada em Vila Velha. 

Duarte de Lemos x Vasco Coutinho

Duarte de Lemos x Vasco Coutinho

Em contraste com o cavalheirismo pródigo de Coutinho, Duarte de Lemos é um ambicioso e frio, calculador e intrigante

Vasco desembarcou na foz do Rio da Costa

Vasco desembarcou na foz do Rio da Costa

Encontramos mais documentos, livros e relatos sobre a chegada de Vasco Coutinho ao ES. Em uma de nossas fontes, é afirmado que o donatário do ES chegou à Praia do Ribeiro, aos pés do Morro do Moreno, e não na Prainha

O 2º Donatário Vasco Coutinho Filho – Auxílio a Estácio de Sá

O 2º Donatário Vasco Coutinho Filho – Auxílio a Estácio de Sá

Em princípios de 1564, quando Estácio de Sá passou pelo Espírito Santo em demanda do Rio de Janeiro, onde iria imortalizar o nome, Vasco Fernandes Coutinho (filho) já devia ter assumido o governo da capitania

Donatário Francisco de Aguiar Coutinho, parente do Vasco

Donatário Francisco de Aguiar Coutinho, parente do Vasco

Aguiar Coutinho só assumiu a direção da capitania depois de 1605. Durante sua administração, Azeredo foi parte e testemunha de dois importantes acontecimentos