Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vasco Fernandes Coutinho

Duarte de Lemos reaparece ainda uma vez

Duarte de Lemos reaparece ainda uma vez

Duarte de Lemos que era proprietário da ilha de Santo Antônio, coube-lhe oferecer algumas terras aos jesuítas para a construção do Colégio e mantimento dele

Tomé de Sousa visita a Capitania do ES

Tomé de Sousa visita a Capitania do ES

Um grande acontecimento foi a visita do governador geral, ocorrida em dezembro de 1552

Vasco Coutinho volta ao Brasil, ano de 1555

Vasco Coutinho volta ao Brasil, ano de 1555

O navio em que Coutinho regressou ao Brasil tocou em Pernambuco e, com certeza, era de sua propriedade

Ainda a carta de delação de Duarte de Lemos

Ainda a carta de delação de Duarte de Lemos

Vem, a seguir, a delação da fuga de Coutinho para a França, que calamos por inconseqüente

Bahia, armazém do Brasil no período colonial

Bahia, armazém do Brasil no período colonial

Mandados de 04/03/1550, em que o provedor-mor autorizava o tesoureiro e o “Almoxarife dos armazéns, e mantimentos da Cidade do Salvador”

Coutinho ausenta-se novamente da capitania

Coutinho ausenta-se novamente da capitania

Posta certa ordem na governança, Vasco Coutinho atirou-se novamente ao mundo

Delação de Duarte de Lemos e outras cartas

Delação de Duarte de Lemos e outras cartas

Carta de DUARTE DE LEMOS escrita de Porto-Seguro a D. João III, em 14/07/1550. “Senhor, V. A. saberá como Vasco Fernandes Coutinho...”

Vasco em Lisboa, na Rua do Barão de Alvito

Vasco em Lisboa, na Rua do Barão de Alvito

Em agosto de 1540, estava em Lisboa, hospedado em uma casa da rua do Barão de Alvito, segundo a escritura de doação da ilha de Santo Antônio

D. Jorge de Menezes à frente da capitania

D. Jorge de Menezes à frente da capitania

Rocha Pombo resumiu o homem nestas palavras: “Valente, é exato, mas cheio de paixões incompatíveis com a compostura de uma autoridade

Vasco Coutinho - Fundamento Histórico

Vasco Coutinho - Fundamento Histórico

O desembarque se fez no continente, pelo lado sul da baía, no trecho entre o Moreno e Piratininga. Ordenou o donatário que cada um construísse sua morada