Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Guarda Nacional do ES – 1856

Capa do Livro: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008

Não obstante repetidas recomendações do governo central para que fosse organizada a Guarda Nacional, até 1855 nada se conseguira.

Após a insurreição do Queimado, o presidente Siqueira manifestara esperanças de convencer os capixabas da “necessidade de se alistarem, armarem e terem alguns conhecimentos dos manejos militares”.(42)

Coube, porém, a Pereira de Barros concretizar a idéia; e o fez com tamanho entusiasmo que, a dois de dezembro de 1856 – aniversário natalício do imperador – Vitória viu desfilarem em parada quinhentas e duas praças daquela corporação.(43)

 

NOTAS

(42) - Ofício de vinte e quatro de março de 1849, ao ministro do Império (Pres ES, VII).

(43) - “Quando para aqui vim não tinha realidade esta parte da força pública. Existiam apenas alguns oficiais fardados e outros que figuraram nas propostas, mas que não tinham tirado suas patentes e muito menos se achavam fardados [...] que existem fardadas mais de oitocentas praças e no dia dois do corrente, aniversário natalício de S. M. o Imperador, apresentaram-se em parada quinhentas e duas praças” (Do ofício de Pereira de Barros ao ministro Couto Ferraz, datado de onze de dezembro de 1856 – Pres ES, IX).

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, novembro/2017

História do ES

Serious Game -  Cultura Geral do Espírito Santo - Rodada 101

Serious Game - Cultura Geral do Espírito Santo - Rodada 101

O hotel de Sr. João Nava, na Rua Vasco Coutinho (Rua do Convento da Penha) foi utilizado inicialmente para dar apoio as atividades de implantação de que órgão?

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A trajetória dos partidos políticos capixabas até 1930

A partir de 1822 foi instituído o regime monárquico em nosso País e as capitanias receberam a denominação de províncias

Ver Artigo
Basílio Daemon - Biografia

Por seus filhos capitão Dr. Ticiano Corrégio Daemon e tenente Daemon

Ver Artigo
Viana, O Convento, O retorno ao Rio de Janeiro – Por Saint-Hilaire

Vêem-se o mar em frente ao Morro da Penha, o Monte Moreno e a foz do Ribeirão da Costa, cujas águas, vão entulhar a baía com as areias que carregam

Ver Artigo
Antônio Pacheco de Almeida, alcaide-mor da vila do Espírito Santo, 1707

Antônio Pacheco, para o lugar de alcaide-mor da vila do Espírito Santo, cabeça e comarca da capitania do mesmo nome, de que sou donatário

Ver Artigo
Governador Rubim se dirigindo às diversas autoridades da capitania,1817

Sejam isentos do pagamento de dízimo o terreno que não estiver cultivado, ou concedido por sesmaria, mas que...

Ver Artigo