Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Igreja Velha de São Mateus – Por Ângelo Neto Santafe

Ruínas da Igreja Velha de São Mateus

Em 2010, quando eu ainda estava secretário de turismo em São Mateus, investigamos a composição das ruínas (através do geólogo Luiz Carlos Novais - cedido pela Petrobrás), e certificamos que não há óleo de baleia, um produto demasiado caro para a época, portanto, distante da manipulação por índios e escravos na construção da que seria a Igreja de São Braz - a maior da região.

Também gostaria de citar que o nosso historiador Eliezer Nardoto, exímio pesquisador da Igreja Velha identifica o começo de sua construção no segundo quartel do século XIX, portanto, a partir de 1825. Ela tem, portanto, pouco menos de 200 anos. Sua paralisação se deu por motivações políticas. Claro que os coronéis da época não poderiam permitir que negros, escravos e índios construíssem uma igreja maior que as deles.

Na época, os negros eram proibidos de entrar na sua própria igreja - a de São Benedito, que é realmente a mais antiga da Cidade. Portanto, a chamada Igreja Velha não passa de ruínas, e dentre as antigas, é a mais jovem das construções.

Ainda em 2010 trouxemos a São Mateus um dos mais renomados técnicos que cuidam dos monumentos de Ouro Preto. Eu mesmo denunciei que a estrutura da Igreja corre risco pela implacável ação do tempo. Mas descobrimos também que a Igreja sempre emprestou sua beleza ao paisagismo histórico da Cidade e do ES sem ter sido sequer tombada pelo patrimônio histórico.

 Nos anos 70, o então vereador (hoje escritor) Maciel de Aguiar deu início ao processo de tombamento no Estado, que nunca foi concluído. Uma pena - e pouquíssimos sabem disso. Seu status de um dos edifícios mais importantes da historia do Brasil, sua imponência e beleza nos levaram a criar um projeto para erguer no seu entorno uma proteção de aço e vidro. Desde então o prefeito Amadeu Boroto busca viabilizar recursos para esta obra, que será certamente uma das maiores em prol da cultura em todo o Estado.

 

Por: Ângelo Neto Santafe, julho/2012
Fonte: Facebook/walter de aguiar filho em 17/07/2012 
Compilação: Walter de Aguiar Filho

Igrejas

Ano de 1857 – Por Basílio Daemon

Ano de 1857 – Por Basílio Daemon

Foi permitida às Ordens Terceiras de São Francisco e de Nossa Senhora do Monte do Carmo e Irmandades da Capela de Nossa Senhora do Rosário, a permissão do enterramento em seus jazigos  

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Igreja de São Pedro - Por José Carlos Mattedi

Cansados do lugar pouco confortável e improvisado, os pescadores tomaram a iniciativa de construir um templo católico

Ver Artigo
Ano de 1795- Por Basílio Daemon

Neste ano, por alvará de 22 de dezembro, é elevada a paróquia a igreja de Nossa Senhora da Assunção   

Ver Artigo
Ano de 1784 - Por Basílio Daemon

Tendo os frades franciscanos desta capitania mandado reconstruir o frontispício da Igreja de São Francisco em 1744

Ver Artigo
Ano de 1796- Por Basílio Daemon

Véspera de São Miguel, pelas nove horas da noite, isto é, que se declarou o incêndio nos fundos da Igreja de São Tiago

Ver Artigo
Ano de 1754 - Por Basílio Daemon

Tinha a nova Matriz a invocação de Nossa Senhora da Conceição das Minas do Castelo, contendo as seguintes povoações: Arraial Velho, Caxixe e Ribeirão do Meio

Ver Artigo