Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A primeira delimitação do ES

Mapa com divisão das capitanias do Brasil

A delimitação do território do Estado se prende à Carta Régia de 1º de junho de 1534, de Dom João III, com a qual o soberano doava a Vasco Fernandes Coutinho uma Capitania no Brasil:

"... de cinquenta léguas de terra na dita costa do Brasil, as quais começarão na parte onde acabarem as cinquenta léguas de que tenho feito mercê a Pedro de Campos Tourinho e correrão para a banda do sul tanto quanto couber nas ditas cinquenta léguas entrando nesta Capitania quaisquer ilhas que houver, até dez léguas ao mar na fronteira e demarcação destas cinquenta léguas, de que assim faço mercê ao dito Vasco Fernandes, as quais cinquenta léguas se estenderão na mesma largura pelo sertão a dentro tanto quanto puderem entrar e for de minha conquista."

Sendo de 5.920 metros a légua daquela época, o litoral do Espírito Santo deveria ter 296 quilômetros.

A extensão da costa capixaba é de 418 quilômetros, mas, se tomarmos as retas entre os pontos salientes do litoral, o que aliás, seria a única maneira possível na época, essa extensão se reduzirá a 355 quilômetros, com uma diferença de 20% a mais em relação à Carta Régia.

 

Fonte: Espírito Santo - História de suas lutas e conquistas, 2002
Autora: Neida Lúcia Moraes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2010

História do ES

Secular questão de limites entre o Espírito Santo e Minas Gerais - Parte II

Secular questão de limites entre o Espírito Santo e Minas Gerais - Parte II

Só assim, no Espírito Santo, como em Minas Gerais, os brasileiros, que trabalham naquela região limítrofe, teriam o sossego que merecem

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Movimento Estudantil ou AD USUM DELPHINI - Por Fernando Achiamé

Para se falar sobre movimento estudantil em nossa capital pode-se começar e terminar reproduzindo trechos do discurso proferido pelo padre diretor do Colégio Salesiano na formatura do curso ginasial em 1964

Ver Artigo
Minha FICHA - Por Eurico Resende

Sempre admiti que a partir de certo momento do primeiro governo revolucionário, não tinha a estabilidade da simpatia do "Sistema"

Ver Artigo
Carta de doação – Limites da capitania

Em Évora, a primeiro de junho de 1534, D. João III apôs sua real assinatura à carta de doação a Vasco Fernandes Coutinho

Ver Artigo
Juízes de direito na Província do Espírito Santo

Reunimos, pois, sob a forma de uma sinopse, aquilo que pode demonstrar à evidência a província do Espírito Santo, baseando assim em documentos e em trabalhos de própria lavra e que aqui descrevemos

Ver Artigo
Carta patente dada ao capitão de Infantaria, Francisco de Albuquerque Teles, e por el-rei D. Pedro, 1696

1696. Carta patente dada ao capitão de Infantaria, Francisco de Albuquerque Teles, e por el-rei D. Pedro, em que se provia[m] seus serviços na ilha do Funchal e na capitania de Cabo Frio, dando dela notícias históricas de muito valor

Ver Artigo