Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Ano de 1587 - Por Basílio Daemon

Morada do Padre Anchieta junto ao corpo da igreja

1587. Neste ano funda-se ou, por outra, conclui-se, o colégio e igreja dos padres da Companhia na vila de Benevente, sob a direção do padre José de Anchieta(111) que, como dissemos, ali residia, embora saísse a visitar e dirigir os outros colégios da capitania. Teve a igreja a invocação de Nossa Senhora da Assunção(112) e junto a ela levantou-se um edifício espaçoso com algumas celas para residência dos padres e dos irmãos da Ordem, sendo em uma delas, que ficava junto ao corpo da igreja, que morava o padre José de Anchieta. Ali se aglomerou, como na aldeia de Orobó, o maior número de índios da capitania, que pela fama que gozava o venerável padre José de Anchieta, vinham fixar perto dele sua residência, movidos pela bondade e doçura daquele varão.(113) Ainda hoje, embora arruinada, se conserva como memória a cela que servia-lhe de habitação.

 

Notas

 

111 José Antônio Carvalho informa que “à época da morte de Anchieta – 9 de junho de 1597 –, a igreja não estava pronta.” [Colégios, p. 99]

112 Segundo Simão de Vasconcelos, Anchieta mudou-se para a capitania do Espírito Santo nesse ano. [Vida e obra, II, p. 95]

113 “Na igreja, pois da aldeia, dedicada à Assunção de Nossa Senhora, muito antes de 1587, que o padre Santa Maria chamou paróquia dos Índios, se criou uma freguesia, por execução à ordem régia comunicada em carta do secretário de Estado de 8 de maio de 1758; e subsistindo como encomendada, teve acesso de perpétua, em virtude da providência de 22 de dezembro de 1795, por que todas as igrejas das aldeias se elevaram a essa natureza.” [Pizarro, Memórias, V, p. 87]

 

Nota: 1ª edição do livro foi publicada em 1879
Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2019

 

Igrejas

Ruínas da Igreja Velha de São Mateus

Ruínas da Igreja Velha de São Mateus

Ruínas de um templo construído por índio e escravos. Para sua construção foram utilizadas pedras que vinham como lastros nas embarcações. Diz a lenda que em suas paredes foram escondidos tesouros

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Frei Leopoldo – Por Seu Dedê

Chegou a Vila Velha nos anos 40, assumindo a freguesia da Igreja do Rosário em nome da Província Franciscana

Ver Artigo
A Páscoa de Jesus - Por Areobaldo Lellis Horta

Era no Carmo Pequeno a igreja onde se celebravam todos aqueles atos, sendo que na Matriz apenas, no decurso da Quaresma, se realizava o beija-pé, às sextas-feiras

Ver Artigo
Igrejas e Irmandades – Por Areobaldo Lellis Horta

A de Santa Luzia, ou da Senhora dos Remédios, a mais antiga da cidade, construída para o culto da mesma santa

Ver Artigo
Igreja de São Pedro - Por José Carlos Mattedi

Cansados do lugar pouco confortável e improvisado, os pescadores tomaram a iniciativa de construir um templo católico

Ver Artigo
Ano de 1795- Por Basílio Daemon

Neste ano, por alvará de 22 de dezembro, é elevada a paróquia a igreja de Nossa Senhora da Assunção   

Ver Artigo