Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Assembleia Provincial

Brasão do Império (1822-1847)

Após o Ato Adicional, o primeiro resultado prático da independência do Brasil, para as Províncias, foi indubitavelmente, a instalação das Assembleias Legislativas, eleitas pela soberania popular. No Espírito Santo o fato ocorreu no dia 1º de fevereiro de 1835. Teve pompa religiosa e cívica. Pela manhã missa votiva e sermão, provavelmente, na Igreja Santiago, pregado pelo Padre Dr. João Clímaco de Alvarenga Rangel – deputado eleito e homem de grande envergadura intelectual e política. A população capixaba fazia sua experiência democrática. Não havia, propriamente dito, partidos políticos. Havia nomes a prestigiar. A Assembleia se compunha de vinte e cinco deputados, dos quais seis sacerdotes, destacando-se, além de João Clímaco, os Padres Luiz da Silva Alves de Azambuja Suzano e Fraga Loureiro.

Indubitavelmente, constituíam a elite intelectual capixaba. Três militares, cujos serviços na vida pública os nobilitaram e lhes abriram largo crédito no conceito provincial: Coronéis José Francisco de Andrade e Almeida Monjardim, Inácio Pereira Duarte Carneiro e Sebastião Vieira Machado, fazendeiro e dono de Araçatiba.

 

Fonte: Biografia de uma Ilha, 1965
Autor: Luiz Serafim Derenzi
Compilaçâo: Walter de Aguiar Filho, outubro/2012

História do ES

Ouro de Minas

Ouro de Minas

Com a descoberta de ouro em Minas, Portugal tratou de diminuir o papel que o ES teria nisso. Leia mais!

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Os caminhos da Informática no Espírito Santo (1985)

A implementação das políticas está a cargo da Coordenação Estadual do Planejamento – Coplan, que é a Secretaria Executiva do Conselho

Ver Artigo
Os inacianos – Suas grandes propriedades territoriais

Muribeca, fazenda de criação de gado, foi célebre e rica propriedade dos jesuítas. Chegou a ter quase duas mil cabeças de gado

Ver Artigo
Estrada Espírito Santo-Bahia – Século XVI

Por falta de gente não pude adeantar os úteis estabelecimentos que principiei nos dezertos das praias dos dois sitios de Comujativa e Rio Doce 

Ver Artigo
Mau governo, finanças péssimas – Capitania do ES (meados Século XVII)

Na volumosa documentação consultada não encontramos uma referência sequer à mais rápida visita de qualquer dos capitães-mores ao sertão

Ver Artigo
Como foram povoadas as terras capixabas - (Parte 2)

O Espírito Santo foi o primeiro estado brasileiro a ter uma lei que deu fundamentação jurídica à questão de terras.

Ver Artigo