Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Capela de Fazenda

Largo de Santa Luzia. Desenho: André Carloni

Na Cidade Alta, um vestígio da Vitória do século XVI: a Capela de Santa Luzia. A história diz que foi erigida pelo primeiro "dono" de Vitória, o próprio Duarte de Lemos. Seguindo o costume da época, era uma capela de fazenda. Abrigou o destino de inúmeras procissões e festas de igrejas, além de associações de devotos, como a Irmandade de Nossa Senhora dos Remédios (isso no século XVIII), com suas festas e devoções bastante alegres e concorridas.

A Capela de Santa Luzia hoje é a sede capixaba do Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A arquitetura da Capela de Santa Luzia já dá pistas sobre como eram as primeiras construções de Vitória. Seguindo a necessidade de proteção e defesa, os prédios tinham paredes grossas, maciças, poucos e imensos janelões para aproveitar ao máximo a luz do sol. Justamente por causa dessa luminosidade dos trópicos, as casas eram caiadas de branco. A decoração era restrita às igrejas, com pinturas simples nas paredes e imagens de madeira e gesso, vindas sobretudo de Portugal.

 

Fonte: A Gazeta, Vitória 450 anos
Compilação: Walter de Aguiar Filho, dezembro/2010 

Matérias Especiais

Dia da Mulher - Origem

Dia da Mulher - Origem

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher!

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Paisagens da Ilha do Mel - Por Maria Isabel Perini Muniz

A paisagem vista e interpretada através da arte nos mostra aspectos que se escondem do nosso olhar descuidado e muitas vezes indiferente

Ver Artigo
Guarapari de ontem

"Quem passasse pela ruazinha tranqüila, aquela ruazinha varrida pelo vento sul e cujo solo barrento todo se cobria de regatinhos formados pelas chuvaradas de verão, invariavelmente descobriria a velha rendeira curvada sobre a almofada, trocando os bilros, atenta ao trabalho e de toda alheia ao bulício e à agitação exteriores ..."

Ver Artigo
General das Artes

Conheci, na casa de Homero Massena, anos 60, um amigo dele muito especial. Pessoa sensível, de fino trato, grande admirador da boa pintura e da Arte do mestre. Algumas vezes servi de mensageiro entre os dois, levando ao escritório do amigo, textos do Massena (muitas vezes assinados com pseudônimos: J. Prates, J. Carlos...) para que ele (diretor do jornal) providenciasse a publicação.

Ver Artigo
Festejos de Natal: Reis

O Reis foi introduzido em Vila Velha pelo Padre Antunes de Sequeira. Filho de Vitória, onde nascera a 3 de fevereiro de 1832

Ver Artigo
Ceia Natalina

A ceia natalina do Brasil e de outros países guardam muitas tradições em comum. Elas tem origem em velhos hábitos da Roma antiga

Ver Artigo