Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Comunidades defendem o Rio Jacaraípe

Mestre Álvaro foi transformado em APA

Uma das formas encontradas para conscientizar a comunidade da importância de preservar os recursos hídricos é a realização de descidas ecológicas.

Na bacia do rio Jacaraípe acontece, há sete anos, a Descida Ecológica da Lagoa Juara – sempre próximo ao Dia Mundial da Água (22 de março). São permitidas embarcações de até seis pés de comprimento, como caiaques, barcos de alumínio e a remo.

Coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Serra, a descida oferece momentos de lazer e de conscientização sobre a preservação dos recursos hídricos.

O percurso, que dura cerca de duas horas e é de aproximadamente quatro quilômetros, vai do Portinho de Macafé, no bairro São Domingos, na Serra-Sede, até a Associação de Pescadores da Lagoa Juara, em Jacaraípe, próximo de onde o rio deságua no Oceano Atlântico.

“O último evento reuniu cerca de 500 participantes e é uma das principais ações do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Jacaraípe”, conta a bióloga Danielle Fátima de Aquino.

Ao longo da descida, os participantes vêem de perto a riqueza do ecossistema da lagoa e a diversidade da sua fauna e flora.

A lagoa tem como principal afluente o ribeirão Juara e é considerada a maior do município, com 2,8 quilômetros quadrados de área. Quase toda sua extensão está localizada na zona rural da Serra.

As lagoas Juara e Jacuném fazem parte da Bacia Hidrográfica do rio Jacaraípe e deságuam no balneário. Alguns dos seus cursos d’água são os córregos Independência, Cavada, Castelo, Cachoeira do Putiri, São Domingos, Laranjeiras e Dr. Robson.

O município da Serra é rico em recursos hídricos, possuindo várias lagoas, nascentes, rios e córregos que brindam a população e seus visitantes com ambientes únicos.

A conservação das lagoas está diretamente relacionada à preservação de vegetação ciliar, de suas nascentes e córregos contribuinte.

AS PRINCIPAIS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (UC)

No entorno da Unidade Hidrográfica Litorânea Central – formada pelas bacias dos rios Jacaraípe, Reis Magos, Riacho e Piraqueaçu – é possível encontrar diversas Unidades de Conservação.

Área de Proteção Ambiental do Mestre Álvaro – É o maior e mais representativo monumento natural e paisagístico do município da Serra.

Devido ao seu valor e importância, não apenas para o município como também para o Estado, o Mestre Álvaro foi transformado em Área de Proteção Ambiental (APA).

Possui 833 metros de altitude, sendo considerado um dos pontos culminantes do litoral brasileiro. A vegetação nativa é representada pela Mata Atlântica de encosta.

As nascentes e córregos existentes são contribuintes das bacias hidrográficas dos rios Jacaraípe e Santa Maria da Vitória. Possui 63 nascentes. Suas matas abrigam espécies animais em extinção. Pode-se avistar toda a região da Grande Vitória do ponto culminante do Mestre Álvaro e boa parte do litoral capixaba.

Área de Proteção Ambiental de Praia Mole – Localizada no município de Serra, possui uma área de 400 hectares onde são encontrados remanescentes da Mata Atlântica, restingas e as lagoas do Baú e de Carapebus.

A APA de Praia Mole foi criada para atuar como zona de integração entre área industrial, residencial, turística e de proteção de remanescentes de vegetação nativa. Visa um manejo adequado dos recursos naturais e disciplinamento do uso e ocupação do solo para promoção do desenvolvimento econômico considerando a proteção da natureza e desenvolvimento do turismo local.

O plano de manejo da APA de Praia Mole está em elaboração e prevê atividades de melhoria e manutenção nas áreas da APA e o zoneamento da unidade, estabelecendo diretrizes de preservação e uso.

Ainda que em área urbana, a APA abrange balneários de rara beleza, propícios à prática de surf, mergulho submarino e atividades ecoturísticas.

Área de Proteção Ambiental da Lagoa Jacuném – A região abrangida pela APA possui remanescentes de Mata Atlântica de tabuleiro em diversos estágios de sucessão. São declaradas de preservação permanente conforme a legislação ambiental vigente. Possui área de alagados, nascentes, córregos contribuintes da lagoa Jacuném. Sua fauna associada é rica e diversificada.

Os principais córregos contribuintes são: Barro Branco, Jacuném e Vener. A APA envolve a área de drenagem da lagoa Jacuném, que é de 35 km².

Reserva Biológica de Comboios – Está localizada a sete quilômetros de Regência, em Linhares. Foi criada em 1984 para proteger a fauna e a flora, especialmente a desova das tartarugas gigante ou de couro (Dermochelys coriacea) e cabeçuda (Caretta caretta).

Possui 833 hectares, onde abriga a Base Comboios do Projeto Tamar, que monitora 37 quilômetros de praias, onde se encontram plantas características de restinga e animais ameaçados de extinção como: a preguiça de coleira, o tamanduá-mirim e o ouriço-caixeiro.

Área de Relevante Interesse Ecológico Morro da Vargem – Abrange 573 hectares e está localizada no município de Ibiraçu, a 70 km de Vitória.

Foi criada pelo decreto 1.588-R, de 23 de novembro de 2005, e sua categoria de manejo foi escolhida devido à ocorrência de duas espécies endêmicas de orquídeas ameaçadas de extinção: Bulbophyllum gomesii, encontrada na formação florestal em 1999, e Bulbophyllum arianeae, encontrada na formação rupestre em 2004.

Além do Mosteiro Zen Budista Morro da Vargem, que é um pólo de educação ambiental reconhecido pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Abriga outras 18 propriedades particulares.

A Unidade de Conservação tem como objetivo manter seus ecossistemas naturais, bem como compatibilizar os usos do solo, com os objetivos de conservação da natureza. Para isso a unidade utiliza trilhas interpretativas, promove o turismo rural e o agroturismo, além das tradicionais visitas guiadas pelo Mosteiro Zen Budista.

Área de Proteção Ambiental de Goiapaba - Açu – A área, criada em 1994, está localizada entre Fundão e Santa Teresa. Possui 3.740 hectares e ocupa a região limítrofe entre a Mata de Encosta e a Zona Litorânea.

O Parque Natural Municipal de Goiapaba-Açu é circundado pela APA e possui trilhas, mirante natural e restaurante. Há registro de 133 espécies de aves, sendo duas ameaçadas de extinção (Campephilus robustus e Procnias nudicollis). A conectividade em seu entorno com fragmentos importantes, como a Reserva Biológica Augusto Ruschi, Estação Biológica de Santa Lúcia e Parque Natural Municipal de São Lourenço, tornam essa área relevante para a formação do Corredor Ecológico Centro-Norte Serrano.

Fontes: Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Serra, site: www.rotasdoes.com.br

 

Fonte: A Tribuna, Suplemento Especial Navegando os Rios Capixabas – Rios Riacho, Rio Piraqueaçu, Rio Reis Magos, Rio Jacaraípe - 12/08/2007
Expediente: Joel Soprani
Subeditor: Gleberson Nascimento
Colaborador de texto: Anderson Cacilhas
Diagramação: Carlos Marciel Pinheiro
Edição de fotografia: Lucia Zumash
Compilação: Walter de Aguiar Filho, setembro/2016

Rios do ES

Documentos do Império sobre Rios do ES

Documentos do Império sobre Rios do ES

Aproveito para declarar a V. Exa. quanto me penaliza ver o pequeno rio chamado da Costa  servindo de esgotadouro às campanhas de Vila Velha

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Quatro rios - Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe

Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe passam a integrar a Unidade Hidrográfica Litorânea Central do Estado

Ver Artigo
Rio Reis Magos, opção de abastecimento

A escassez de água no Santa Maria e no Jucu coloca o rio como alternativa direta para o abastecimento da Grande Vitória

Ver Artigo
Rio Jacaraípe tem “vida urbana”

A bacia do rio, por estar dentro da cidade, sofre um maior impacto de esgotos

Ver Artigo
Berçário para as tartarugas marinhas – Rio Riacho

Região da bacia hidrográfica do rio Riacho é uma das áreas preferidas para a desova dos animais, que estão ameaçados de extinção

Ver Artigo
Predomínio de eucalipto e indústrias – Quatro Rios

Na região que envolve os rios Riacho, Piraqueaçu, Reis Magos e Jacaraípe, a cultura do eucalipto se sobressai. Há também pólos industriais

Ver Artigo
Um manguezal diferente – Rio Piraqueaçu

O estuário do rio Piraqueaçu, localizado numa fenda geológica, é rodeado de morros e atrai riqueza animal inigualável

Ver Artigo
Rio Piraqueaçu tem estudo inédito

Uma pesquisa, que inclui o Jacaraípe, vai mostrar como é a relação de interferência entre o rio e o mar

Ver Artigo
Cesan participa ativamente - Santa Teresa, Fundão e Serra

A companhia investe em tratamento de esgoto em Santa Teresa, Fundão e Serra

Ver Artigo
Santa Cruz, a vila dos imigrantes

A vila de Santa Cruz, em Aracruz, foi o primeiro ponto no litoral a receber italianos que chegaram ao País em busca de dias melhores

Ver Artigo