Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Crise – Armando os engenhos

Trapiche ou engenho movido por tração animal - Fonte: Livro Vila Velha seu Passado e sua Gente, 2002 Autor: Djairo Gonçalves Lima - Ilustradora: Mônica Mol

Enquanto isso, o povo enfrentava as maiores dificuldades na terra capixaba. Basta dizer que, em 1552, a capitania não rendia o suficiente para pagar ao padre Gomes Ribeiro, deão da Sé e cabido da cidade do Salvador e procurador do bispo, a quantia de 8$500, “que lhe eram devidos dos dízimos das miunças, que pertencem ao dito (sic) Bispo, e Cabido”. À margem do livro em que foi registrado esse mandado do provedor-mor, lê-se que só em 1554 se resgatou a dívida.(35)

O governador geral, por intermédio do provedor-mor, em 1553, determinou providência tendente a proporcionar maior segurança aos engenhos do Espírito Santo. Por mandado de dez de março desse ano, determinou ao provedor da capitania que entregasse aos proprietários ou feitores daqueles estabelecimentos toda a artilharia que houvesse mister, contra pagamento dentro do prazo de doze meses.(36)

Medida inspirada pela previdência da administração. Resultado evidente da viagem do governador geral às capitanias do sul – pois que lhe permitiu ver “quão desprovidos estavam os Engenhos da artilheria necessaria para a sua defensa” – tornou-se, para muitos dos beneficiados, um incentivo às suas tendências desumanas, levando-os a coagirem, mais e mais, os pobres índios à escravidão.

 

NOTAS

(35) - DH, XXXVIII, 109-10.

(36) - DH, XXXVIII, 116-7.

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 3ª edição, Vitória (APEES) - Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – Secretaria de Cultura, 2008
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter Aguiar Filho, julho/2018

Vasco Fernandes Coutinho

Empresa difícil, homens de fibra

Empresa difícil, homens de fibra

Vasco Coutinho em busca de recursos. Em Lisboa ficou hospedado em uma casa na Rua do Barão de  Alvito (1540)

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Crise – Armando os engenhos

Basta dizer que, em 1552, a capitania não rendia o suficiente para pagar ao padre Gomes Ribeiro

Ver Artigo
Ainda a carta de delação de Duarte de Lemos

Vem, a seguir, a delação da fuga de Coutinho para a França, que calamos por inconseqüente

Ver Artigo
Vasco Coutinho à testa do governo – Auxílio a Pero de Góis

Pero de Góis estivera no Espírito Santo e daqui levara para S. Tomé um mestre de açúcar

Ver Artigo
Regresso do donatário Vasco Fernandes Coutinho

Talvez o regresso se tivesse verificado em 1547, na frota mencionada na carta de Fernando Álvares de Andrade, ou pouco depois

Ver Artigo
Produção de açúcar na era Vasco

Primeiro carregamento – Minucioso relatório a carta de Ambrósio de Meira. Tudo quanto dizia respeito ao interesse da Fazenda Real registrou cuidadosamente

Ver Artigo