Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Juízes de direito na Província do Espírito Santo

Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010

• Comarca da capital

1. Bacharel Joaquim José do Amaral

2. Bacharel Francisco Jorge Monteiro

3. Bacharel José Inácio Acióli de Vasconcelos

4. Bacharel Antônio Tomás de Godói

5. Bacharel João Paulo Monteiro de Andrade

6. Bacharel Antônio Augusto Pereira da Cunha

7. Bacharel Teodoro Machado Freire Pereira da Silva

8. Bacharel Dídimo Agapito da Veiga

9. Bacharel Francisco de Souza Cirne Lima

10. Bacharel Manoel Rodrigues Jardim

11. Bacharel Luís Duarte Pereira

12. Bacharel Epaminondas de Souza Gouveia

• Comarca dos Reis Magos

1. Bacharel Antônio Gomes Vilaça

2. Bacharel Bento Luís de Oliveira Lisboa

3. Bacharel Epaminondas de Souza Gouveia

4. Bacharel Carlos José Pereira Bastos

• Comarca de Santa Cruz

1. Bacharel Joaquim Manoel de Araújo

2. Bacharel Antônio Luís Ferreira Tinoco

3. Bacharel Antônio Francisco Ribeiro

4. Bacharel Fernando Afonso de Melo

5. Bacharel José Pedro Marcondes César

• Comarca de São Mateus

1. Bacharel Manoel Joaquim de Sá Matos

2. Bacharel Júlio César Berenguer de Bittencourt

3. Bacharel Jaime Carlos Leal

4. Bacharel Joaquim Jacinto de Mendonça

5. Bacharel Daniel Acióli de Azevedo

6. Bacharel Manoel José Pinto de Vasconcelos

7. Bacharel Francisco Gonçalves Martins

8. Bacharel Pedro Francelino Guimarães

9. Bacharel Raimundo Furtado de Albuquerque Cavalcanti

10. Bacharel José Maria do Vale Júnior

11. Bacharel Júlio Acióli de Brito

12. Bacharel José Ricardo Gomes de Carvalho

13. Bacharel Antônio Lopes Ferreira da Silva

14. Bacharel Joaquim de Toledo Pisa e Almeida

15. Bacharel Miguel Bernardo Vieira de Amorim

• Comarca de Iriritiba

1. Bacharel Francisco José Cardoso Guimarães

2. Bacharel Pedro Cavalcanti de Albuquerque Maranhão

3. Bacharel Miguel José Tavares

4. Bacharel Joaquim Vitorino Ferreira Alves

• Comarca de Itapemirim

1. Bacharel José Florêncio de Araújo Soares

2. Bacharel Francisco de Paula de Negreiros Saião Lobato (visconde de Niterói)

3. Bacharel José Francisco de Arruda Câmara

4. Bacharel José Norberto dos Santos

5. Bacharel João da Costa Lima e Castro

6. Bacharel Ricardo Pinheiro de Vasconcelos

7. Bacharel Ludgero Gonçalves da Silva

8. Bacharel Carlos Augusto Ferraz de Abreu

9. Bacharel Francisco Xavier Pinto Lima (conselheiro)

10. Bacharel Francisco Ferreira Correia

11. Bacharel Paulo Martins de Almeida

12. Bacharel Francisco Batista da Cunha Madureira

• Comarca de São Pedro do Cachoeiro

1. Bacharel Dídimo Agapito da Veiga Júnior

 

Nota: 1ª edição do livro foi publicada em 1879
Fonte: Província do Espírito Santo - 2ª edição, SECULT/2010
Autor: Basílio Carvalho Daemon
Compilação: Walter de Aguiar Filho, agosto/2018

História do ES

O Teatro capixaba de antanho

O Teatro capixaba de antanho

Recordemos, por último, que somente em maio de 1896 era inaugurado, em Vitória, o “Teatro Melpomene”, belo e amplo edifício de madeira, com capacidade para 1.200 expectadores. Não seria o 1º da Província, pois em 1875 se inaugurava, na cidade de São Mateus, um teatro que, infelizmente, teve curta existência

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Ano de 1854 – Por Basílio Daemon

Falece no Riacho e é conduzido seu cadáver para a vila de Santa Cruz, onde foi enterrado, o naturalista francês Dr. João Teodoro Descourtilz   

Ver Artigo
Ano de 1853 – Por Basílio Daemon

Brás da Costa Rubim, filho do governador Francisco Alberto Rubim, se propunha à oferecer-lhe quatrocentos volumes em livros e cadernos para a criação de uma biblioteca  

Ver Artigo
Viajantes Estrangeiros ao ES – João Théodore Descourtilz

Existe uma edição em português da "Ornitologia Brasileira ou História Natural das Aves do Brasil", lançada pela Kosmos, em 1944

Ver Artigo
Ano de 1852 – Por Basílio Daemon

São remetidas ao Museu Nacional, pelo naturalista Descourtilz, as coleções de história natural por ele reunidas tanto de pássaros como de insetos

Ver Artigo
Ano de 1850 – Por Basílio Daemon

Antônio Tomás de Godói chefe de Polícia e reconhecendo estar a província infestada de criminosos, dá logo as mais enérgicas providências no município de Itapemirim   

Ver Artigo