Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lembranças da maria-fumaça

Maria Fumaça - Acervo: CVRD

Texto: Edson Quintaes

Trabalhei na Vale de NOVEMBRO DE 1961 a NOVEMBRO DE 1997. Exatamente 36 anos.

Quando eu viajava na Maria Fumaça, muitas vezes tinha a roupa furada por pedaços de brasas que saiam da chaminé da locomotiva. A roupa não chegava a pegar fogo, mas fazia uns buraquinhos....

Nas vezes seguintes, eu não deixava mais a janela aberta... para não ter a calça com pequenos furos feitos pelas minúsculas brasas que saíam da chaminé da locomotiva e entravam pelas ditas janelas...

Coisas da nossa saudosa "Maria Fumaça"... hoje sinceramente sinto saudades daquelas viagens... levando meu acordeom para tocar em Aimorés, Governador Valadares... as refeições feitas nas janelas, o trem balançando e aquela fumaça vez por outra entrando pelas janelas... aquele feijão com arroz, fritas e ovos... a garrafa de refrigerante balançava, balançava... mas não caía... sempre em pé... ! ! ! e vez por outra o apito da locomotiva... sinto saudades daqueles momentos!

Links Relacionados:

 Estrada de Ferro Vitória a Minas 
 A maria-fumaça sai de cena
 
 Museus do ES
 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Intervenções de Gil Vellozo - Câmara Federal

Intervenções de Gil Vellozo - Câmara Federal

Mesmo integrando uma bancada modesta como a capixaba, Antônio Gil Vellozo se destacava em plenário e foi logo convidado a participar de comissões técnicas. Jornalista comprometido com a profissão, presidiu a Comissão de Inquérito que apurava a infiltração do capital estrangeiro na imprensa brasileira

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Deputados capixabas nas duas constituintes imperiais

Em 1823, tomou assento na Assembléia Constituinte brasileira, como representante capixaba, o Dr. Manuel Pinto Ribeiro Pereira de Sampaio, membro do Supremo Tribunal de Justiça, era nascido em Vitória

Ver Artigo
Zé Pretinho

Fica ali, exatamente na esquina da Aleixo Neto com a José Teixeira. Do lado de Santa Lúcia. Não tem placa que o identifique. Mas há quarenta anos toda a redondeza cohece o Zé Pretinho

Ver Artigo
E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Ver Artigo
Origem do Carnaval no Brasil

Fomos influenciados inicialmente pelos portugueses da Ilha da Madeira, Açores e Cabo Verde, que trouxeram a brincadeira de loucas correrias. No Brasil, com a criação dos Trios Elétricos pelos baianos, uma nova caracteristica de carnaval se disseminou

Ver Artigo
A âncora da Prainha

A âncora da Praça Tamandaré que fica localizada em frente ao Fórum e a Casa da Memória na Prainha, em Vila Velha, foi presenteada pela Marinha ao município de Vila Velha

Ver Artigo