Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lendas e milagres do Convento da Penha

A IMAGEM DE PEDRO PALÁCIOS – Afirma-se que Pedro Palácios mandara um “croquis” e dimensões para um amigo adquirir a imagem de Nossa Senhora da Penha, em Lisboa e que, havendo este se esquecido de providenciar a aquisição, na véspera do navio partir para o Espírito Santo, um desconhecido se apresentou ao comandante, entregando-lhe a encomenda que não lhe fora feita pelo intermediário de Palácios e que, apesar disso, a imagem veio como o frade pedira.

PEDRO PALÁCIOS – O CÃO E O GATO – Entre os fatos milagrosos, assinalados em favor de Pedro Palácios, conta-se que, ao sair ele para viajar, deixava na gruta em que viveu, ao pé da montanha, diversos montículos de farinha para serem comidos pelos seus companheiros – um cão e um gato – dia por dia, e que isso era religiosamente obedecido até o último montículo, coincidente com o seu regresso.

OS OSSOS DE PEDRO PALÁCIOS - Diz-se que, da trasladação dos seus ossos de Vila Velha para Vitória, alguns ficaram em Vila Velha e que deles também surgiram milagres, conseguindo-se a cura do impaludismo, somente ao se lhes tocar.

DOS CÉUS - CONTRA OS HOLANDESES EM 1640 - A tela de Calixto existente na Penha é embelezada também pelo milagre lendário de que Frei Basílio Rower diz textualmente: - "Haviam os holandeses tomado o porto de Vila Velha e já começavam a fortificar-se, quando diante de seus olhos o Santuário ia-se transformando em castelo, cercado de fortes muralhas e defendido por um esquadrão de soldados. Do monte, descia muita gente a pé e a cavalo, todos "com armas reluzentes e bem preparadas". No morro, entretanto, não tinha ficado pessoa alguma e a própria imagem tinha sido removida para o Convento de São Francisco. À vista deste espetáculo aterrador, os holandeses fugiram desordenadamente e recolheram-se às suas naus." Isto foi em 1640.

A EPIDEMIA DE 1699 - VEM A SANTA ATÉ VITÓRIA - Voltando-nos para o longínquo ano de 1699, nele assinalamos a segunda viagem conhecida da Santa, de Vila Velha a Vitória, conforme registro de Serafim Leite e recentemente focalizado pela festejada e consagrada historiadora e cientista capixaba, Maria Stela de Novais.

Foi no fim so século XVII. Ele se fechava entre os horrores cruéis de violenta epidemia e o povo, apavorado, voltava-se para os céus em preces aflitas e foram buscar, em seu Santuário, a milagrosa imagem, trazendo-a até Vitória.

Serafim Leite assim registra o acontecimento em seu grande livro "História da Companhia de Jesus":

"Trouxe-se a imagem de Nossa Senhora da Penha, que todos veneram. Colocou-se na Igreja do Colégio, onde permaneceu 15 dias, com orações e procissões. A pouco e pouco, a epidemia perdeu o seu vigor."

A SECA DE 1769 - VEM A IMAGEM ATÉ VITÓRIA - Entre os inúmeros casos classificados de milagrosos e atribuídos à Santa, além do referido em relação aos holandeses, os historiógrafos da Penha fazem referência ao da grande e terrível seca de 1769, que nos assolava.

Quando as suas consequências já estavam se tornando insuportáveis - afirmam, - voltaram-se para a Santa os espírito-santenses e, em pomposa procissão marítima, trouxeram-na mais uma vez (a terceira conhecida) até Vitória. Mal entrava a veneranda imagem no Convento de São Francisco, os céus se escureceram e as chuvas caíram abundantemente.

Livro: O Convento da Penha
De: Norbertino Bahiense (1951).

Convento da Penha

O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Peregrino, contempla o augusto monumento  da terra capixaba. Ali, vive a rezar, em hosanas de glória, ou rudez do tormento, o coração de um povo!

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

As Terras do Convento – Por Nobertino Bahiense

O documento de doação feita pela Governadora da Capitania do Espírito Santo, Da. Luísa Grinalda, desde a longínqua data de 6 de dezembro de 1591

Ver Artigo
A Arquitetura do Convento da Penha, pela voz de um técnico americano

O Alpendre, que, avançando, projeta ao espaço, por assim dizer, a sobriedade das linhas retas e formas sólidas das paredes da fachada

Ver Artigo
O Roubo de 1925 ao Convento da Penha - Por Norbertino Bahiense

O Convento foi assaltado e roubado por mãos criminosas que levaram o manto, a coroa e as jóias da imagem de Nossa Senhora da Penha

Ver Artigo
Pedro Palácios – Por Solimar de Oliveira

Ave, condor da fé, que aos píncaros supremos elevastes, a arder na religiosa unção

Ver Artigo
O Saque Holandês – Por Norbertino Bahiense

Conta ainda Frei Basílio, citando Jaboatão, que "um dos holandeses tentou tirar o anel precioso do dedo de Nossa Senhora

Ver Artigo