Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Manifestações típicas do ES

Conchas

Artesanato de conchas: As conchas e os búzios são belos e acessíveis materiais para a criação do artesanato marinho. Com conchas são feitos colares, pulseiras, utilidades domésticas (potes, jarras) e objetos de adorno, como espelhos e quadros. Piúma detém a primazia do artesanato de conchas no Estado, nacionalmente conhecido, mas é possível encontrar a arte das conchas em locais como Iriri, Barra do Jucu, Guriri, dentre outras cidades.

Panela de Barro: é a produção mais típica de cerâmica do Estado, feita pelas paneleiras de Goiabeiras. A produção é utilitária. O barro vem de Barreiros, Maruípe, amassado em bolos de cerca de 50 quilos, misturado com areia para dar liga.

As panelas grandes são chamadas mães e as pequenas, filhas. Na venda, as filhas são acomodadas no interior das mães, formando uma casada.

A tinta utilizada é tirada da casca de mangue socada, aguada, que dá a todas as panelas originárias de Goiabeiras, uma coloração negra.

Moqueca Capixaba: ao lado da torta capixaba, a moqueca domina a culinária litorânea do Estado. Feita de siris, lagosta ou caranguejo e postas de peixe.

Difere da moqueca baiana principalmente, por não levar azeite de dendê. É um prato saboroso e belo, preparado e servido ainda fervendo, na panela de barro, acompanhado de arroz branco, pirão de farinha de mandioca e pirão de banana da terra.

Fonte: A Tribuna (21/05/2000) 

LINKS RELACIONADOS:

>> Receita da Moqueca Capixaba
>> Panela de Barro
>> A diferença entre Siri e Caranguejo 
>>
 
Piúma

História do ES

Barrinha - A foz do Rio da Costa

Barrinha - A foz do Rio da Costa

Nas fotos vê-se o Rio da Costa já retificado, que deu origem ao Canal da Costa (valão) e a Barrinha

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Panorama da cultura capixaba

O historiador Renato Pacheco explica que o Estado passou 350 anos fechado a qualquer tipo de progresso

Ver Artigo
Censo de 1940

As jazidas calcárias no Espírito Santo estão encravadas nas formações arqueanas do sul do Estado e pertencem à província metalogênica da serra do Mar

Ver Artigo
O primeiro mapa do Espírito Santo

É de justiça assinalar o levantamento, em 1612, da primeira carta geográfica do território capixaba, por Marcos de Azeredo

Ver Artigo
Mário Aristides Freire – Secretário da Fazenda (1930-1943)

Distingue-se, na obra administrativa desses doze anos, a atuação do secretário da Fazenda – Mário Aristides Freire. 

Ver Artigo
Chácara do Vintém - Por Elmo Elton

No governo de Florentino Avidos, desapropriados os terrenos da Chácara do Vintém, foram abertas as ruas Deocleciano de Oliveira, Aristides Freire e do Vintém, as três com entrada pela Graciano Neves

Ver Artigo