Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Milagres da Penha - O pedreiro que caiu do andaime

Convento da Penha - Operário no andaime - Foto: Edward Athayde dAlcântara

O PEDREIRO QUE CAIU DO ANDAIME

"Construindo-se a ermida da Penha, um operário caiu dos andaimes, e teria morrido despedaçado onde é hoje a rampa do portão, se à voz do venerável servo de Deus: Pára! e pela sua súplica não fosse detido no ar, dando tempo a ser recebido em uma colcha de algodão pegada pelas quatro pontas por homens robustos." [Maravilhas, p.284]

 

AS VELAS PARA NOSSA SENHORA

 

"Em certa monção chegou ao porto do Espírito Santo um navio de Lisboa, e topando-se o Servo de Deus com Gomes de Ávila, que ali morava, lhe perguntou se tivera boas novas do Reino (era este homem de lá natural), e dizendo-lhe que sim, acrescentou Frei Pedro: E que feito há de umas velas, que sua mãe manda para Nossa Senhora? Ao que o homem respondeu: Não sabia de tal. E Frei Pedro lhe tornou - que sua mãe mandara do Reino umas velas para a Senhora da Penha -, e assim era, porque ele as entregou depois; e adverte este mesmo, como testemunha, que o não havia dito a ninguém para que, com as mais graças e dons da sua alma, mostrasse lhe tinha Deus comunicado também o conhecimento do passado, e ainda a previsão do futuro." [Crônica, in Correio da Vitória, n. 72, 1872]

 

Autor: Guilherme Santos Neves
Fonte: História Popular do Convento da Penha - 3ª Edição ampliada, Vitória - 2008
 

 



Convento da Penha

Romarias e Festas da Penha

Romarias e Festas da Penha

Há notícias de que, três anos após aquela primeira festa - em 1573 - os jesuítas Luís da Grã e Inácio de Tolosa estiveram em romaria no alto da Penha, a fim de agradecer a Nossa Senhora tê-los salvado do naufrágio que sofreram na foz do rio Doce

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Os Ataques dos Franceses, Ingleses e Holandeses

O corsário, como todos os outros que ousaram transpor a barra sobre a qual se estende a sombra do Convento da Penha, não foi feliz

Ver Artigo
Pedro Palácios – Por Norbertino Bahiense

Em 1864, Frei Teotônio de Santa Humiliana, o último guardião do Convento, mandou colocar na gruta a seguinte lápide

Ver Artigo
Da Carta de Anchieta de 1584 – Por Norbertino Bahiense

As CARTAS JESUÍTICAS constituem fontes preciosas da história do Brasil nascente. Entre elas, vamos buscar uma de Anchieta, do ano de 1584

Ver Artigo
Escritura do Convento da Penha - Por Norbertino Bahiense

Carta de doação da Governadora Luisa Grinalda e seu adjunto o Capitão Miguel de Azeredo, desta Capitania do Espírito Santo, em 1591

Ver Artigo
Pedro Palácios, o São Francisco de Assis do Brasil

Fundador do santuário de Nossa Senhora da Penha, seu nome recorda as doces figuras dos ermitões de outrora

Ver Artigo