Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Monumento a Onça

A gruta e a onça - Foto: Walter de Aguiar Filho, set/2011

Parque Municipal Gruta da Onça

Com área de quase 69 mil metros quadrados, o Parque Municipal Gruta da Onça é ideal para trilhas entre nascentes e riachos, cercados de exuberante vegetação de Mata Atlântica. Na entrada, uma grande onça de concreto protege uma nascente. Escadarias e caminhos íngremes levam a um belo passeio.

O parque foi criado em 1988 e reinaugurado em 1996. Nele, as pessoas caminham ao som do canto dos pássaros, em companhia de mamíferos, como coelhos e macacos, e de répteis, a exemplo dos calangos e lagartos. O orquidário, as cinco praças e a capela ecumênica chamam a atenção dos visitantes. O parque também conta com um Centro de Educação Ambiental (CEA).

Uma parada obrigatória é o Mirante da Pedra da Raposa. Ele oferece visões inesquecíveis da baía, do penedo e do porto, revelando algumas das mais belas paisagens de Vitória.

 

Acesso

As pessoas chegam ao Parque Municipal Gruta da Onça pela rua Barão de Monjardim, que fica próxima à Casa do Porto das Artes Plásticas, no Centro de Vitória. O agendamento é aconselhável no caso de visitas monitoradas, principalmente de escolas.

Telefones: (27) 3132-1712 (agendamento), 3132-7290 (administração).

Horário de funcionamento: diariamente, das 8 às 17 horas.

 

Lenda da Gruta da Onça

 

O Parque Municipal Gruta da Onça, localizado no Maciço Central (Morro do Vigia) da Ilha de Vitória, teve seu nome tirado de uma lenda.

Conta a lenda que em meio a floresta existia uma grande gruta de onde brotava uma fonte de águas límpidas. Certo dia, um índio tentou se abrigar na gruta e ao beber a água da fonte viu refletir no espelho d’água a imagem de uma enorme onça pronta para atacar.

Apavorado, o índio fugiu correndo em direção ao mar, que beijava as praias junto ao Morro do Penedo.

Desde então, a onça passou a ser guardiã da gruta, continuando a viver em seu interior. Para perpetuar esta lenda capixaba, seus personagens foram transformados em monumentos, estando a onça localizada no alto das pedras que formam a gruta, e o índio, na Avenida Beira-mar, próximo ao Morro do Penedo.

 

Fonte 1: Catálogo dos Monumentos Históricos e Cultural da Capital – Vitória – ES
Autor: Willis de Faria (o catálago foi por ele doado à Casa da Memória em 27-03-93)
Foto: Sérgio Lobos Martins e Flávio Lobos Martins Filho
Capa: Eugênio G. Herkenhoff
Compilação e foto atual: Walter de Aguiar Filho, setembro/2011
Fonte 2:  Prefeitura de Vitória e Secretaria Municipal de Meio Ambiente

 

LINK RELACIONADO:

>> Araribóia 

>> Monumento ao Índio 




GALERIA:

📷
📷


Monumentos

Pedra dos Ovos - Lenda

Pedra dos Ovos - Lenda

Numa fazenda, para os lados de Vila Velha, sentado num tamborete, na varanda da casa-grande, o africano setuagenário relatava a coletânea dos seus conhecimentos lendários, aos sinhozinhos atentos: - O Muxuara, o Jucutuquara, a Penha, o Penedo...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Farol de Santa Luzia – Por Elmo Elton

A 07 de setembro de 1871, a luz do farol já anunciava aos nautas, antes incertos, a segurança da aproximação do porto

Ver Artigo
Chafarizes – Por Elmo Elton

A Prefeitura Municipal de Vitória anuncia que vai restaurar o velho e desativado chafariz da esplanada da Capixaba, na atual Rua Barão de Monjardim

Ver Artigo
Patrimônio ambiental: aspectos na Grande Vitória

A necessidade de intervenção no espaço físico, social e cultural levou a Fundação Jones dos Santos Neves a elaborar o Plano de Preservação do Patrimônio Ambiental Urbano e Natural

Ver Artigo
Mestre Álvaro

Desde os primeiros tempos do século XVI, observado e utilizado por navegadores que por aqui passaram, servindo de notável sinalização para navegação 

Ver Artigo
O Palácio Anchieta - Por Neida Lúcia Moraes

O Palácio do Governo do Espírito Santo, hoje denominado Palácio Anchieta, em homenagem ao Padre José de Anchieta, é uma testemunha de toda a nossa História

Ver Artigo