Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Acordeom de Edson Quintaes

Foto cedida por Edson Quintaes

Sempre sonhei em tocar acordeom, quando fiz 15 anos comecei a tocar em vários lugares.

Em todas festas juninas eu era chamado para animar tocando nas "quadrilhas".

Na foto, eu tinha exatamente 15 anos, e ao meu lado estavam as colegas de acordeom, Giselda Cacciari e Yeda Castelar e Silva.

Nosso professor de acordeom era cego mas um excelente professor, nosso saudoso amigo professor Walter Fraga.

Toquei em tantas festas juninas que o fole de meu acordeom em poucos anos estragou, pois meu suor molhava o dito fole que era feito de papelão, portanto durou poucos anos.

Eu adorava tocar, ia para as festas com o meu instrumento prestando mais atenção na minha música, tentando nunca errar, e não ligando para as pessoas em volta.

Meu instrumento era um dos menores e mais simples, 80 baixos com 2 registros somente, super simples, mas o som era maravilhoso para os meus ouvidos, presente de natal dos meus finados paes, Balbino Quintaes Junior e Elsie de Almeida Quintaes, que Deus os tenham.

Parece que foi ontem...

Durante muitos anos nos bailes de festas juninas, eu já com 20, 30, 45 anos e com um conjunto musical tocando profissionalmente, nunca esqueci daquelas músicas da época das quadrilhas, e tocava sempre todas e como sempre todos gostavam...aplaudiam muito já usando teclados sofisticados como sintetizador e órgão eletrônico.

Em todos os clubes do Espírito Santo, alguns de Minas Gerais e outros do Rio de Janeiro, as músicas juninas sempre eram um motivo de alegria para todos os presentes.

Nos dias atuais, não sei onde foi parar o gosto pela verdadeira música...é um TUM TUM TUM...um bate-estaca sem melodia, muita luz, muita fumaça, muita gritaria, mas MÚSICA mesmo...nada ou quase nada.

Hoje se tirássemos as VOGAIS do nosso vocabulário, (aaa,eee,iii,ooo,uuu...) muitas "musicas" deixariam de existir...observem...! ! ! é lamentável...mas tenho esperança que um dia a juventude irá acordar e voltará a fazer novamente música com vários acordes, muitas melodias bonitas, etc etc.

PS: Não soltem balões, agradecemos.

 

Autor: Edson de Almeida Quintaes

Matérias Especiais

Dia Mundial do Fotógrafo

Dia Mundial do Fotógrafo

Sabedor que o dia 19 de agosto é considerado o DIA MUNDIAL DO FOTÓGRAFO, quero fazer uma homenagem aos fotógrafos que conheci durante minha vida de músico nas noites.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Estórias de Boêmios - Por Hélio de Oliveira Santos

Este livro não tem pretensões literárias. Aviso logo, de antemão ao Dr. Austregésilo de Athaíde, presidente da Academia Brasileira de Letras, que não me convide para concorrer a uma cadeira 

Ver Artigo
Dia da Mulher - Origem

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher!

Ver Artigo
Dia Internacional da Mulher

Queremos registrar aqui o nosso agradecimento a todas as mulheres que contribuem com este site, seja enviando fotos especiais e antigas, textos, ou sugerindo matérias através do nosso Fale Conosco

Ver Artigo
Raul Farol - Por Sérgio Figueira Sarkis

Era intermediário de agiotas, agenciando empréstimos às pessoas necessitadas; ora, fornecedor de navios aqui aportados

Ver Artigo
O assassinato de Reneê Aboab - Por Sérgio Figueira Sarkis

Uma dessas festas foi no Parque Moscoso, no casarão do desembargador Eurípedes Queiroz do Valle

Ver Artigo