Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Bar Globo do Zé Gordinho

Zé Gordinho foi assim, desses tipos que aparecem numa cidade chamando logo a atenção. Baixote, gorducho, tipo moreno, cabelos alisados, sempre fumando um charuto (assim como o Eurico Rezende), também sempre de branco da cabeça aos pés, usando sempre um cinto de pele de cobra, uma gravata de pele de cobra, e também sapatos de pele de cobra e os dedos cheios de anéis. Ele tinha sido mandado à Vitória pelo seu irmão Ferreira Neto e seu sócio Benício Ferreira Filho (este na época diretor do Fluminense F. Club e depois do Conselho Deliberativo do mesmo), para gerenciar a PRO-LAR, firma de Capitalização com escritório na Praça Costa Pereira, antiga Independência.

O Bar Globo estava à venda e seu proprietário, o Heitor que tinha sido garçom no Restaurante do Barão, famoso na época, ao lado do também famosíssimo Bar do Lázaro, português, bar esse que ficava na esquina da Duque de Caxias, em frente da tradicional Barbearia do Totinho, na mesma rua, foi quem vendeu ao Zé Gordinho. Pois foi nesse Bar Globo que se passaram grandes noitadas de Vitória.

 

Autor: Hélio de Oliveira Santos
Livro: Estórias de Boêmios e Outras Estórias, Vitória, 1978
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro de 2010 


 

LINKS RELACIONADOS:

>> Fast Bar  
>>
 O Bar Hamburgo 
>>
 Britz
>>
 Boate Papagaio 
>>
 E por falar em saudade...

Matérias Especiais

Aniversário do IHGES - Por Ceciliano Abel de Almeida

Aniversário do IHGES - Por Ceciliano Abel de Almeida

Discurso pronunciado diante do busto de Domingos José Martins a 12 de Junho de 1948, pelo Vice Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Estado do Espírito Santo

 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Cachoeiro de Itapemirim e a República

O amor à terra, como o indestrutível apego a suas tradições, é característico do cachoeirense

Ver Artigo
O regime das terras devolutas na República

O advento da República alterou, profundamente, o regime da propriedade, na parte concernente às terras devolutas

Ver Artigo
Proclamação da República

Embora as idéias republicanas já fossem agitadas no Brasil desde o período colonial sua propaganda ganhou força com a fundação do Partido Republicano, após a Convenção Republicana de Itu, 1870

Ver Artigo
QUARTEL DE MARUÍPE: 80 ANOS DE HISTÓRIA

O QCG foi inaugurado oficialmente por Bley, em 25 de agosto de 1938, no “Dia do Soldado”, com o descerramento do marco de inauguração

Ver Artigo
Canudos e a consolidação da República - Por Hélio Athayde

Os brasileiros ainda questionam a sua forma e o seu sistema de governo, vergados sob o imenso peso de um “complexo de culpa coletivo”, que parece continuar rondando os seus espíritos

Ver Artigo