Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Convento da Penha - Foto José Luiz Pizzol, 1958

Alcandorado e belo, exposto ao raio e ao vento,

sentinela da barra, em perfil singular,

destaca-se, no espaço, o lendário Convento,

o trono de Maria entre a planície e o mar.

 

Peregrino, contempla o augusto monumento

da terra capixaba. Ali, vive a rezar,

em hosanas de glória, ou rudez do tormento,

o coração de um povo! Oh! sim, vem meditar –  

 

O sonho de Frei Pedro, — o monge do painel,

perdido na montanha, à sombra das palmeiras,

 inspira um florilégio, em poemas e prosa.

 

O artista o registrou, num primor de pincel,

e a Fé, tão superior aos cumes e às trincheiras,

conduz as multidões à Virgem Poderosa! ...

 

Maria Stella de Novaes

 

Fonte: O Relicário de um povo – O Santuário de Nossa Senhora da Penha, 2ª edição, 1958
Autora da poesia: Maria Stella de Novaes
Autora do livro: Maria Stella de Novaes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2018

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Gruta de Frei Pedro Palácios, Oratório e Frontal do Portão - Por Seu Dedê

Na época da jurisdição do capelão Padre José Ludwin, a missa do domingo, véspera da Festa da Penha, era celebrada às nove horas em frente ao oratório

Ver Artigo
Fonte Milagrosa do Convento da Penha

Localizada no terraço inferior do Convento de Nossa Senhora da Penha

Ver Artigo
O genial Vitor Meireles no Convento da Penha no ano de 1871

Os pincéis mágicos que imortalizaram as grandes telas históricas também estiveram na Penha, manejados pelo genial Vitor Meireles

Ver Artigo
A Penha do meu tempo – Por Areobaldo Lellis Horta

Via-se a senzala, em ruínas, composta de pequeno número de casebres, quase destelhados uns, outros de paredes fendidas e atacadas pela hera

Ver Artigo
O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Peregrino, contempla o augusto monumento  da terra capixaba. Ali, vive a rezar, em hosanas de glória, ou rudez do tormento, o coração de um povo!

Ver Artigo