Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Orquidário em Domingos Martins

Orquidea

A 8ª edição da Blumenfest - Festa das Flores e 7ª Exposição de Orquídeas, aconteceu no mês de outubro em Domingos Martins e mostrou mais de mil orquídeas e bromélias raras, encontradas somente no solo capixaba e em algumas regiões do país.

Se você não foi à festa, visite o Orquidário KAUTSKY, que funicona o ano todo. Lá encontra-se uma reserva particular com mais de 100 mil plantas, orquídeas raras, bromélias, begônias. Podemos passar horas nesse paraíso de cores. Para visitar o orquidário, agende nos telefones 3268-1205 ou 3268-1370.

Domingos Martins fica muito próxima de Vitória, a apenas 46 km pela estrada BR-262. Porém entra-se em outro mundo, onde a natureza dá um show, o povo nos recebe como velhos amigos e os quitutes nos deixam extasiados.

O QUE E UMA ORQUÍDEA? 

A família das orquídeas é, provavelmente, a maior família das angiospermas. Foram já descritas, até à atualidade, mais de 25 000 espécies e produzidos outros tantos híbridos, por cruzamento de formas espontâneas e cultivadas. Há orquídeas com as mais variadas dimensões, desde plantas extremamente pequenas, com flores do tamanho de uma cabeça de alfinete até plantas com mais de três metros de altura, capazes de produzir hastes florais de comprimento superior a quatro metros!

Formas tão diferentes podem ser englobadas numa única família devido ao fato de possuírem uma estrutura floral idêntica. Numa flor típica da orquídea há sempre três sépalas (verticilo externo) e três pétalas (verticilo Interno), embora algumas destas partes possam aparecer fundidas ou bastante reduzidas. Uma das pétalas, o labelo, é diferente das outras, quase sempre maior e mais vistoso; geralmente a flor cresce de tal modo que o labelo é 0 segmento inferior. Projetando-se do centro da flor, surge um órgão carnudo e claviforme, o ginostêmio ou coluna, como resultado da fusão dos órgãos masculinos (estames) e femininos (carpelos). Este conjunto caracteriza uma orquídea. A antera localiza-se no extremo da coluna e contém os grãos de pólen, agrupados em dois a oito massas, chama­das políneas. Imediatamente abaixo da antera fica uma pequena depressão de superfície viscosa, o estigma, ou órgão receptivo feminino, no qual as políneas são depositadas durante a polinização. Sob a coluna está oovário, que, após a fecundação, se desenvolve e forma uma cápsula contendo sementes.

Uma única cápsula de orquídea pode conter um milhão de sementes, tão finas como o pó de talco. As orquídeas são monocotiledôneas, caracterizadas pela presença de um único cotiledone, nervação paralelinérvea e flores de tipo 3 (partes florais em número múltiplo de três).

Links Relacionados:

 Os irmãos Martins
 Imigração no ES 
 Vegetação do Moreno 
 Vegetação do Convento

Matérias Especiais

Pesquisa no entorno do Morro do Moreno

Pesquisa no entorno do Morro do Moreno

O pesquisador Werther Krohling está realizando um trabalho no entorno do Morro do Moreno e Praia do Ribeiro e conta com a ajuda dos moradores do Morro do Moreno 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Canudos e a consolidação da República - Por Hélio Athayde

Os brasileiros ainda questionam a sua forma e o seu sistema de governo, vergados sob o imenso peso de um “complexo de culpa coletivo”, que parece continuar rondando os seus espíritos

Ver Artigo
Aspectos do Direito Brasileiro na República - Parte III (FINAL)

Constituição de 1934, não consagrando no seu art. 113, nº 3, aquela cláusula “em caso algum”, veio dar um grande passo para a situação atual em que a irretroavidade das Leis

Ver Artigo
O regime das terras devolutas na República

O advento da República alterou, profundamente, o regime da propriedade, na parte concernente às terras devolutas

Ver Artigo
O Primeiro Clube Republicano do ES - Por Newton Braga

Em setembro de 1888 reunia-se em Cachoeiro o Primeiro Congresso Republicano do Espírito Santo, vindo representantes de toda a Província

Ver Artigo
Proclamação da República

Embora as idéias republicanas já fossem agitadas no Brasil desde o período colonial sua propaganda ganhou força com a fundação do Partido Republicano, após a Convenção Republicana de Itu, 1870

Ver Artigo