Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Pedro Palácios – Por Solimar de Oliveira

Frei Pedro Palácios e os colonos, quadro de Benedito Calixto, do Acervo do Convento da Penha

Ave, condor da fé, que aos píncaros supremos

Elevastes, a arder na religiosa unção,

A igreja espiritual que aos homens diz — amemos!

E o símbolo maior de nossa Religião!

 

Turíbulo de amor todo ideal aí temos,

Circundado da luz de santa emanação,

Marco eterno apontando a todos os extremos

Os caminhos da paz, do amor, da redenção...

 

Suprema encarnação de um gênio de bondade,

Que a tantos corações dando luz e piedade,

Como a um povo de Deus o seu povo conduz..

 

Frei Pedro, o bom, o santo, o taumaturgo ousado,

Foi de fato entre nós o mais iluminado,

Porque o servo mais pobre e humilde de Jesus!

 

 

Cachoeiro, 21 de janeiro 1953

 

Por Solimar de Oliveira

 

Fonte: O Relicário de um povo – O Santuário de Nossa Senhora da Penha, 2ª edição, 1958
Autor da poesia: Solimar de Oliveira
Autora do livro: Maria Stella de Novaes
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2018

Convento da Penha

Romarias e Festas da Penha

Romarias e Festas da Penha

Há notícias de que, três anos após aquela primeira festa - em 1573 - os jesuítas Luís da Grã e Inácio de Tolosa estiveram em romaria no alto da Penha, a fim de agradecer a Nossa Senhora tê-los salvado do naufrágio que sofreram na foz do rio Doce

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Convento da Penha – Por Maria Stella de Novaes

Peregrino, contempla o augusto monumento  da terra capixaba. Ali, vive a rezar, em hosanas de glória, ou rudez do tormento, o coração de um povo!

Ver Artigo
História da Festa da Penha

A Festa da Padroeira dos capixabas sempre foi o principal acontecimento religioso de Vila Velha. Segundo a Lei nº 7, de 12/11/1844, o dia da Festa da Penha passou a ser considerado feriado em toda a Província do Espírito Santo

Ver Artigo
A Festa da Penha

Segundo o historiador, já no século XVII, existia hospedagem para romeiros. Frei Basílio cita Gomes da S. Neto, historiador (1888)

Ver Artigo
A Festa da Penha

A primeira Festa da Penha foi realizada ainda em vida de Frei Pedro Palácios. Escolheu ele a segunda-feira depois da dominga de Pascoela, dia consagrado à devoção franciscana de Nossa Senhora dos Prazeres

Ver Artigo
As Festividades da Penha – Por Heribaldo Lopes Balestero

Gottfrio Alberto Anders prestou homenagem à memória de Frei Pedro Palácios, inaugurando-lhe a estátua na praça fronteira ao pórtico, na Prainha

Ver Artigo