Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Praça João Pessoa (ex-praça do Mercado — desaparecida)

Hotel Sagres e os Correios na Av. Jerônimo Monteiro, Vitória-ES 1940

Localizada onde foi construída a sede dos Correios e Telégrafos, inaugurada em 1934. Antes dessa construção, funcionava aí o Mercado Municipal. Esse mercado foi mandado construir em 1871 pelo presidente Francisco Pereira Corrêa, sendo o projeto de autoria do engenheiro Manoel Moniz Freire. A obra custou 27:059$790 réis. Era um prédio de pedra com três alas, em U, com a área interna e alpendres. Seu primeiro administrador, Isidro José Caparica, cobrava 6$000 mensais pelos compartimentos maiores; o aluguel dos menores era de 4$000. Foi demolido em 1926.

Nas proximidades do velho mercado situava-se o Forte do Carmo, onde hoje está o Hotel Sagres.

Em 1929 transformou-se o local em praça para estacionamento de veículos, nela faziam ponto inúmeros carregadores, todos uniformizados, portando carrinhos de mão. Antes apelidaram o logradouro, isto é, após a demolição do mercado, de praça das salsichas, em decorrência do formato de canteiros que se fizeram ali.

Passou a denominar-se Praça João Pessoa, quando da morte trágica do presidente da Paraíba, em 1930.

As duas atuais ruas que ladeiam o prédio dos Correios, certamente por influência da Maçonaria, passaram a se chamar Gonçalves Ledo e Quintino Bocaiúva.

 

Fonte: Logradouros antigos de Vitória, 1999 – EDUFES, Secretaria Municipal de Cultura
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2017

Bairros e Ruas

Rua General Osório (ex-rua Porto dos Padres)

Rua General Osório (ex-rua Porto dos Padres)

Tinha começo exatamente onde começava o Porto dos Padres, daí sua primitiva denominação. Passou a chamar-se General Osório em 1872, isto é, dois anos após o término da Guerra do Paraguai, da qual participou, valentemente, aquele soldado

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Os nomes de ruas do bairro São Pedro – Por Geert A. Banck

Muito interessante é o caso da rua do Grito, uma inversão política da liderança comunitária, o povo foi sempre oprimido, mas agora chegava  a hora da “nossa” independência, do “nosso” grito: do “grito do povo”

Ver Artigo
Avenida Jerônimo Monteiro (ex-rua da Alfândega)

Atualmente, é a principal artéria central de Vitória. Chamou-se, antes, Rua da Alfândega, sendo que, em 1872, passou a denominar-se Rua Conde D'Eu

Ver Artigo
Avenida Florentino Avidos (ex-rua do comércio)

A primitiva rua do Comércio, que data do século XVII, tinha começo na General Osório e ia até o cais Schmidt

Ver Artigo
Movimento que desenha a cidade – Jardim da Penha

Desse modo, são menos comuns os movimentos urbanos que refletem sobre a qualidade da paisagem urbana, o desenho, o volume das construções

Ver Artigo
Escadaria Maria Ortiz (ex-ladeira do Pelourinho) – Por Elmo Elton

Maria Ortiz era filha de Juan Orty y Ortiz e Carolina Darico, nasceu em Vitória em 1603, tendo falecido na vila em 1646

Ver Artigo