Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Praia da Costa

Um sítio com muita capoeira, pitangueira e uma pequena aldeia de pescadores, delimitado por uma cerca de arame ao Sul e pelo Rio Costa ao Oeste. Assim era a agrária Praia da Costa, que hoje abriga 40 mil moradores e recebe milhares de turistas durante o verão, por causa da bela praia.

O Sítio da Costa surgiu em 1892, numa época em que não existia nada, apenas o Farol de Santa Luzia, que, vindo da Inglaterra, foi instalado em 1871. Os donos do sítio eram João Joaquim da Motta, Deméclito e Dório Silva e Américo Kolblinger.

Em 1929, João Joaquim da Motta construiu a primeira casa na Curva da Sereia, onde passou a morar. Um ano depois foi aberta a primeira estrada.

Com isso, de comunidade agrícola o local passou a ser uma região turística, já que muitas pessoas passaram a visitar o local por causa da praia e a fazer as tradicionais farofadas.

Em 1939, foi feito o primeiro loteamento com 262 lotes, que foi aprovado no dia 13 de dezembro de 1941 pelo prefeito da época Eugênio Pacheco de Queiroz.

Foi então que o Sítio da Costa passou a ser chamado de Praia da Costa. Animados, 40 moradores se reuniram e construíram, em frente à Curva da Sereia, o Clube dos 40. Em seguida, foi aberto o Restaurante Sereia, abrindo caminho para tantos outros.

Em 1953, a antiga Avenida Beira Mar, hoje Gil Veloso, foi asfaltada. Nessa época, também foi erguida a Casa do Navio, onde hoje está o Quality Apart-Hotel.

Dessa década de 50, a dona de casa Maria Augusta Coelho Lopes, de 73 anos, guarda boas recordações. “Lembro da inauguração do Hotel Tabajara, logo após a Copa, que contou com a presença do nosso rei Pelé”, relembrou.

Ela afirma que, naquela época, o mar era tão bravo, que a espuma chegava do outro lado da rua. “Chamávamos de arrebentação. Só dava para tomar banho de mar na Curva da Sereia, onde o mar era mais calmo”, disse.

Links Relacionados:

 A origem da Praia da Costa
 Loteamento da Praia da Costa
 
 Farol de Santa Luzia
 
 Praia da Sereia
 
 Casa do Navio
 
 O Rei Pelé na Praia da Costa

 Arrebentação 

Fonte: A Gazeta (05/12/2005)

Bairros e Ruas

Rua Pedro Palácios

Rua Pedro Palácios

Situa-se onde, a princípio, existiu o largo da Caridade, que ficava ao lado da igreja da Misericórdia

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Praia do Canto ontem e hoje (1998)

Entrevista feita pelo jornal da AMPC em 1998 com Chrisógono Teixeira da Cruz que nasceu no coração de Vitória,na rua Barão de Monjardim, num tempo em que a Praia do Canto era um lugar tão distante do centro quanto Guarapari. 

Ver Artigo
Vila Rubim

A Cidade de palha, sítio do Dr. Leopoldo Cunha, era composta de casas de sapé. Talvez a primeira favela de Vitória

Ver Artigo
Rua 23 de Maio

Era considerada, até os anos 40, como ponto nobre da cidade. Teve belas residências, destacando-se sobretudo a Vila Oscarina, palacete de propriedade de Antenor Guimarães

Ver Artigo
Rua Cais de São Francisco (ex-cais de São Francisco)

Quem passa hoje, pela rua Cais de São Francisco, fica intrigado com esta denominação. Ora, por que tal nome, se não há ali cais algum?

Ver Artigo
Rua Sete de Setembro (ex-rua da Várzea)

Partia da Prainha (largo da Conceição) e terminava na rua da Capelinha (atual Coronel Monjardim), hoje se alongando até a Fonte Grande

Ver Artigo