Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Primeiros carnavais de Vila Velha

Carnavais antigos de Vila Velha

Os primeiros bailes carnavalescos, já no início do século XX, eram realizados na varanda da residência do Dr. Ferreira Coelho. Nesta ocasião fundaram o Grêmio Thalia, porque o Clube Celestial, já existente, funcionava só para teatros, sua sede era na residência do Sr. Pacheco.

O Clube Thalia foi fundado por Anselmo Cruz, Domingos Carneiro, Dr. Ferreira Coelho, Antônio e Agenor Araújo, Manoel Duarte de Freitas e outros.

Mais tarde surgiram outros clubes, como o Clube dos Democráticos, cujos fundadores foram: Miguel Aguiar, Alvino Simões, Joaquim Junqueira, Adolfo e Clementino Barcelos, Francisco e Manoel Leão.

Este clube tinha seu bloco, "Os Bentevis", sua marcha oficial, da qual registramos alguns versos:

"Bentevi, as suas cores preto e amarelo,
tão cheias de vigor,
são as cores que encantam,
a melodia do amor."

Na década de 20 os bailes de Carnaval nos Democráticos eram animados pela banda de música do 3º B.C. Ótimas festas foram ali realizadas, sendo a mais importante o Baile Róseo, no qual todas as moças se apresentaram vestidas de rosa e os rapazes de terno branco. Esta festa contou com a presença do Dr. Aristeu Borges de Aguiar, então Presidente do Estado. As domingueiras eram animadíssimas.

Além dos Democráticos, possuía Vila Velha outros clubes como: União das Flores (seu fundador, Pedro Silva, era um autêntico carnavalesco), Vai Quebrar, Oriente, Recreio das Flores, o Bloco Cartolas e Cartolinhas que só dava bailes no Carnaval.

Em 1933 foi fundado o clube dos Fenianos. Nessa ocasião, a sociedade de Vila Velha não contava com nenhum clube. Os idealizadores e fundadores do Fenianos foram: Saturnino Mauro, Clementino Barcelos, Duarte Carino de Freitas, Ernani Silva, João Pinto da Vitória e outros. Este clube tinha dois animadíssimos blocos: Deixa Falar e Falar é Fôlego, cujos nomes já foram escolhidos com o propósito de criticar o seu rival - o segundo clube dos Democráticos.

O segundo clube dos Democráticos, fundado por Diociécio G. Lima, Edgard Souza, Jair Amorim, Anésio Alvarenga e outros associados dos Fenianos que se desagregaram, tinha também o seu bloco - o Renegados, que era muito animado.

Mais tarde surgiu o segundo Clube Celestial com seu bloco do mesmo nome, cujos componentes vibravam ao cantarem sua marcha oficial, cujo estribilho era:

"É hoje a nossa alegria,
desceu à terra o Celestial
para dar mais harmonia
a esta festa que é o Carnaval."

O Clube Celestial resultou da fusão dos Fenianos e Democráticos numa ocasião em que a sociedade vilavelhense estava dividida e as famílias já quase não se uniam mais. As críticas eram recíprocas e a manutenção dos clubes estava se tornando impossível, pois a cidade era pequena e não comportava duas agremiações do mesmo nível social.

Os blocos, com suas belas fantasias, boa orquestra e bonitas músicas, muito alegravam não só o Carnaval da cidade, mas também o da Capital.

A Bahia nos doou no passado, bons foliões cujos descendentes integraram a vida social e política da nossa cidade: Lúcio Bacelar, Saturnino Rangel Mauro, Domício Mendes e outros. Todos baianos de nascimento, mas verdadeiros vilavelhenses, mais até do que muitos filhos da terra.

Dentre os foliões que mais se destacavam, podemos citar além destes, os senhores: Pedro Silva, Duarte Carino de Freitas, Miguel Aguiar, Gentil Cruz, Ernani Silva (Paisinho), Romeu Silva, Demóstenes Nogueira e outros que contavam com a colaboração indispensável do maior folião de todos os tempos: CLEMENTINO BARCELOS.

 

Autor: Maria da Glória de Freitas Duarte
Livro: Vila Velha de Outrora - Vitória - 1990
Compilação: Walter de Aguiar Filho, fevereiro/2012

Vila Velha

Dilúvio em Vila Velha

Dilúvio em Vila Velha

As maiores enchentes que Vila Velha já registrou foram as de 1935, 1943, 1960 e a de 2004


Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Natal e seus festejos

NATAL, festa máxima da cristandade! Como hoje, também a Vila Velha antiga se preparava para este grande dia na residência do Desembargador Ferreira Coelho 

Ver Artigo
Estatuto do Clube dos 40 – Parte I

O Clube dos 40, fundado em 08 de fevereiro de 1939, nesta cidade de Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo

Ver Artigo
Estatuto do Clube dos 40 – Parte II

O Clube será administrado e dirigido por uma Reitoria composta de cinco membros seguintes 

Ver Artigo
Carnaval antigo de Vila Velha

O Carnaval de Vila Velha também tem a sua tradição. Logo no seu início as mulheres não se fantasiavam, porém os homens caprichavam para apresentar fantasias caras ou extravagantes

Ver Artigo