Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Regência encanta famosos - 2008

Marcos (de verde), ao lado de Guga (centro), com um grupo de surfistas em Regência

LINHARES — Cercada por praias pouco exploradas, muito verde e por uma cultura rica, a vila de Regência, no litoral de Linhares, Norte do Estado, vem a cada ano recebendo novos moradores e visitantes ilustres.

Muita gente decidiu deixar os grandes centros e fixar residência na vila de pescadores em busca do sossego e do silêncio — que só é quebrado pelo canto dos pássaros e pelo barulho das ondas.

Aliás, devido a essas ondas, Regência é considerada pelos surfistas uma das melhores praias para surfar no Brasil, comparadas com as praias de Florianópolis (SC), Maresias (SP) e Saquarema (RJ).

Talvez tenha sido esse o principal motivo que levou à vila o cantor Armandinho e o ex-tenista Gustavo Kuerten, o Guga, amantes do surfe e duas das personalidades que conheceram e se encantaram com Regência.

Há pouco menos de um mês, Guga e um grupo de amigos estiveram na vila e, pelo que dizem os moradores locais, o ex-tenista ficou apaixonado pelo lugar. Tem gente que fala até que ele chegou a comprar um terreno no local.

"Fui eu quem o reconheci primeiro. Eu estava na praia com um amigo e vi que era o Guga. Aproveitamos a ocasião para tirarmos fotos com ele. Ele é muito simpático e educadíssimo", disse o produtor rural e surfista Marcos Faria, de 46 anos.

O papo entre Farias e Guga durou cerca de 15 minutos. "Perguntei o que ele estava fazendo em Regência. Disse que viu, num site local, que as ondas daqui eram perfeitas para o surfe. Falou ainda que estava com tempo disponível e resolveu conhecer a vila para pegar onda. Exaltou o potencial lugar, bucólico e pouco explorado."

Saindo da praia, Guga foi a um bar. "Vendi uma água para ele e nem desconfiei que fosse o Guga. Depois foi que vi um pessoal tirando fotos", contou a comerciante Rita de Cássia Santos.

COMO CHEGAR

Regência fica a 60 km de Linhares e a 120 km de Vitória. O acesso ao balneário se dá através da BR-101 Norte até o km 165, no trevo do distrito de Bebedouro.

A partir daí, o trecho é de 45 quilômetros, sendo 16 pavimentados. No restante, a estrada é de chão, mas em bom estado.

Para quem sai de Vitória, a melhor opção é seguir pelo litoral Norte, em direção a Vila do Riacho.

Ilustres e anônimos buscam sossego

LINHARES — Além do ex-tenista Gustavo Kuerten, outro famoso que esteve recentemente em Regência foi o cantor e compositor Armandinho, também apaixonado pelo surfe.

Moradores contam que ele ficou sabendo da existência da vila de Regência, no litoral de Linhares, através do amigo Guga.

Assim como o artista, muitas outras pessoas, famosas ou não, chegam ao local, compram um terreno e constroem suas casas, em busca de tranquilidade e também para fugir do estresse das grandes cidades.

Assim aconteceu com a produtora cultural Bibil Satiro, que há 18 anos deixou o cargo de diretora do Teatro Carlos Gomes, em Vitória, e mudou-se para a vila.

"Nesse lugar já recebemos as visitas dos jornalistas Ernesto Paglia e Maurício Kubrusli, além de muitos empresários, industriais, artistas regionais e estrangeiros que sempre aparecem com suas fumadoras e câmeras digitais em busca de um dos principais produtos da vila: o potencia: cultural do lugar", destacou Bibil.

Antes de parar em Regência, ela conta que morou no Rio de Janeiro, São Paulo e em países como Peru e Estados Unidos. "Aqui, acordo com o canto da sabiá. Não aguentava mais o cheiro da fumaça. Vou a Vitória e quero logo voltar para minha casa", acrescentou Bibil.

Já a biomédica Assunta Maria Penna, professora da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia (Emescam), em Vitória, há três anos decidiu mudar de vida e também de cidade.

"Morava em Vitória, mas um dia conheci duas coordenadoras do Projeto Tamar, aqui em Regência, e passei a visitá-las com certa frequência. Depois comprei um terreno, construí minha casa e agora vou a Vitória uma vez por semana para dar minhas aulas e retorno no mesmo dia", disse a professora.

O que ela destaca na vila são as praias ainda pouco exploradas, o contato com a natureza e a possibilidade que teve de lidar com outra paixão: o artesanato. "Além de ter uma vida alternativa, aproveito para fazer artesanato. Não penso em voltar para Vitória. Aqui é meu lugar", ressaltou.

 

Fonte: A Tribuna - Vitória-ES - 23/11/2008
Fotos: Marcos Faria
Texto: Wilton Júnior
Arquivo: Instituto Jones dos Santos Neves

Compilação: Walter de Aguiar Filho, julho/2018



GALERIA:

📷
📷


Ecologia

Artigo do jornal O PHAROL (de 1925)

Artigo do jornal O PHAROL (de 1925)

Não houve também, infelizmente, no momento quem advertisse aos nossos impiedosos lenhadores. Aquele tronco era o depositário dos queixumes e alegrias, dos planos guerreiros dos nossos famosos indígenas, que fugiam aos meandros das grutas da Penha, quando mais forte, mais intensa e heróica se tornou a luta dos nossos destemidos missionários da instrução e civilização.


Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Turismo no Campo - Por Cacau Monjardim em 1975

Nestas propriedades seriam mantidas as tradições que poderiam vir a ser incluídas  na programação e formação de uma rede estadual de turismo rural ou melhor, de turismo-natureza

Ver Artigo
Medidas para ajudar a salvar o Rio Doce

Especialistas sugeriram em encontro o reflorestamento das margens e recuperação de nascentes para preservar o rio

Ver Artigo
Regência é eleita a 6ª melhor praia do Brasil para surfar

O portal analisou os melhores picos para a prática do esporte, com a supervisão do surfista profissional Bino Lopes, campeão brasileiro de 2015. Fernando de Noronha, em Pernambuco, lidera o ranking

Ver Artigo
Espírito Santo assina convênio para Comboios

A reserva foi criada em 1953. A legislação que está sendo utilizada é a do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)

Ver Artigo
Farol centenário vai ser restaurado em Regência

Obras de restauração do monumento histórico, no litoral de Linhares, devem ser concluídas até o final do mês

Ver Artigo