Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Registros Históricos – Eugênio Pacheco de Queiroz

Eugênio Pacheco de Queiroz

Ele foi diretor-presidente do jornal A GAZETA 49 anos. Eugênio Pacheco de Queiroz esteve à frente do processo de modernização da empresa, até a criação da Rede Gazeta.

Nasceu em 23 de novembro de 1904, em Vila Velha. Iniciou os estudos em sua cidade natal. Estudou no Colégio Anglo-Brasileiro, na Praia do Vidigal, no Rio de Janeiro.

O pai morreu quando preparava-se para entrar na Escola Militar do Realengo. Aos 21 anos, filho mais velho, voltou a Vila Velha para assumir a chefia da família e da loja deixada do pai.

Assumiu o sustento da família, a mãe e quatro irmãos menores, Antonieta, Darcy, Mário e Maria.

Eugênio Pacheco também atuou na política. Foi prefeito de Vila Velha duas vezes.

Durante a Segunda Guerra Mundial, enfrentou problemas com os alemães. Destacou-se com seu trabalho de proteger as famílias e a ele se deve, junto com o apoio das tropas federais, a integridade da indústria de bombons Garoto.

Foi sócio-fundador da Volkswagem no Espírito Santo em 1958. Fundou a primeira agência de empresa no Estado e construiu a sede na Avenida Vitória.

Atuava como diretor-presidente da S.A. GAZETA desde 1951. Seu cunhado Carlos Fernando Monteiro Lindenberg era o maior acionista.

Eugênio Pacheco vendeu sua loja de Vila Velha e passou a dedicar seu ao jornal. Era o mais antigo da empresa. Foi o articulador de sua compra pelo grupo PSB.

Ingressou na empresa em 1950 como membro do conselho fiscal. Em 1951 foi eleito diretor-presidente. Morreu em 02 de janeiro de 1990, em Minas Gerais.

 

Fonte: Jornal A GAZETA de 20/11/1999
Contribuição: Roberto Brochado Abreu em abril/2011

Personalidades Capixabas

Levy Rocha

Levy Rocha

Levy Cúrcio da Rocha nasceu em 14 de março de 1916 no município de Muqui. Fez seus primeiros estudos em São Felipe, depois Marapé, atual sede do município de Atílio Vivácqua, então um distrito de Cachoeiro de Itapemirim

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Surge ao longe a estrela prometida – Jerônimo Monteiro

No Campinho, brejo e mangue, o quartel de Polícia mostrava-se imponente

Ver Artigo
Carlos Fernando Monteiro Lindenberg (Nêni) e os Monteiro

Nêni recebeu da avó Riqueta, em 1919, uma função: “fazer o levantamento da escrita” da Fazenda Monte Líbano

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro - Capítulo III

Nasceu Jerônimo a 4 de junho de 1870, na casa-grande inaugurada em 1869, no batizado de Helena

Ver Artigo
Zacimba Gaba – Princesa, Escrava e Guerreira

Zacimba, que havia, “ainda mocinha”, cruzado o Atlântico naquelas precárias embarcações que traziam até 500 escravos, sabia muito bem o que devia representar a liberdade para o seu povo

Ver Artigo
Francisco Gil Araújo - Por Nara Saletto

Francisco Gil de Araújo nasceu na Bahia, filho de um rico mercador, Pedro Garcia, e de Maria de Araújo, descendente do famoso Caramuru

Ver Artigo