Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Sessão Nostalgia

Rio da Costa, enchente na década de 60

Autor: Edson de Almeida Quintaes


Lendo toda a matéria O Rio da Costa, muito bonita, alguns fatos me chamaram atenção.

Eu servi no 3º BC , hoje 38º BI (Batalhão de Infantaria), em 1957 (eu nasci em 1938...! ! ! parece que foi ontem...) e algumas vezes eu ia até este matadouro, acredito já era desativado.

Me lembrei da ponte que tinha próximo ao Colégio Maristas... enfim, "fui ao passado" (rs...). Lembrei-me também do bonde com um reboque que vinha do Cais de Paul até Vila Velha, o meu avô com uns 85 anos andava no estribo do bonde (ele viveu até aos 103 anos e meses, quase 104 anos!!!) e chamava a atenção aquela pessoa com a cabeça toda branca em pé no estribo etc etc.

Meu avô e minha avó moravam do lado do Posto Codé, ("Panificadora Duas Pátrias"). Minha avó viveu até aos 94 anos. Nome do meu avô = Balbino Alves da Silva Quintaes e minha avó = Jovina Ubaldina Quintaes, um casal de namorados até o fim da vida...sinto saudades deles...muitas... mas é a vida não é ?

Veja mais artigos de Edson Quintaes:

 Curiosidades
 Vôo Livre no Moreno
 Fotos

Matérias Especiais

Britz - Por Milson Henriques

Britz - Por Milson Henriques

De qualquer modo vamos ao agradável labor de rememorar os que eu freqüentava, lembrando que havia também as boates Buteko, Cave, Aux Chandelles, Porão 214,...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Jerônimo Monteiro - Capítulo XVI

Fazia-se o desembarque de passageiros, em escaleres e lanchas pequenas que atracavam às escadas dos navios

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro - Capítulo II

Na foto ilustrativa, o casal Francisco de Sousa Monteiro e Henriqueta Rios de Sousa, pais de Jerônimo Monteiro (fim do séc. XIX). APEES — Coleção Maria Stella de Novaes

Ver Artigo
Saudações - Fernando Antonio de Oliveira

Carta endereçada ao escritor Walter de Aguiar Filho, autor do livro "Krikati, Tio Clê e o Morro do Moreno", pelas lembranças que nos traz sobre Vila Velha de outrora e pelo alerta sobre a identidade e cultura do canela-verde. Confira!

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VIII (FINAL)

Cristóvão Jaques foi o único que fez reconhecimentos e assentou padrões, conforme estão de acordo todos os cronistas e historiadores, estando por isso provado ser ele o primeiro que reconheceu a costa da província do ES

Ver Artigo
Estudos sobre a descoberta da Província - Parte VII

Com a chegada e desembarque, na província do Espírito Santo, do donatário Vasco Fernandes Coutinho, a 23 de maio de 1535, temos finalizado a notícia dos navegantes que tocaram ou não nas costas desta província

Ver Artigo