Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Trampolim na Praia da Costa e o recuo do mar

Trampolim - década de 70

Na década de 70, o trampolim localizado em cima de uma pedra do mar na curva da Sereia, era o cartão postal da Praia da Costa, em Vila Velha. Aos domingos ficava apinhado de gente disputando um espaço na prancha para saltar de uma altura de 7 metros. Alguns se arriscavam e ao invés de pular pela parte da frente do trampolim onde existiu a prancha, subiam num parapeito de concreto e pulavam num canal formado pelas pedras em sua lateral.

Em função disso ocorreram muitos acidentes, alguns até fatais. Por causa da ousadia destes poucos que arriscavam a vida, o trampolim foi demolido na administração do prefeito Américo Bernardes da Silveira, em 1978, ficando na pedra vestígios dos quatro pilares de concreto que faziam parte de sua estrutura.

Se o trampolim ainda existisse atualmente, seria praticamente impossível pular, pois a natureza se rebelou e fez com que a faixa de areia crescesse, avançando em direção ao trampolim, fazendo com que as pedras localizadas à sua frente - onde existia o famoso canal - ficassem na areia, como pode ser visto na foto ao lado.

Caso você tenha o antigo cartão postal da Praia da Costa com o trampolim, ou mesmo alguma foto mostrando como era o mar nas proximidades do trampolim, fique à vontade para nos enviar. Nosso e-mail é:contato@morrodomoreno.com.br .

Por: Walter de Aguiar Filho



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Minas do Castelo

Minas do Castelo

Ao se iniciar a segunda metade do século XVIII, o ouvidor do Espírito Santo estabeleceu as minas do Castelo

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Quarto Minguante – Marcondes de Souza e Bernardino Monteiro

O período de 1912 ao começo de 1920 corresponde ao princípio e ao fim da crise internacional, oriunda da primeira guerra, que rebentou em julho de 1914 e teve armistício em novembro de 1918

Ver Artigo
Jerônimo Monteiro – Urbanismo em Perspectiva

O volume de terra, material escasso na ilha de Vitória; para aterrar o banhado, não preocupou o governo de Jerônimo Monteiro 

Ver Artigo
As guerras imperiais e seus reflexos no Espírito Santo – Por João Eurípedes Franklin Leal

O Ururau era em brigue de transporte, armado com seis bocas de fogo, que próximo a barra da baía de Vitória combateu por hora e meia um barco argentino o “Vencedor de Ituzaingu”

Ver Artigo
O recrutamento do Ururau - 1827

Gravíssimo incidente abalou o Espírito Santo quando da passagem, pelo porto de Vitória, do brigue de guerra Ururau, em 1827

Ver Artigo
Finda o Governo do Primeiro Donatário - Por Mário Freire

Confiou o governo a Belchior de Azevedo, como Capitão, com os poderes e a jurisdição que o donatário exercera: firmou esse ato na "vila de N. S. da Vitória"

Ver Artigo