Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Trampolim na Praia da Costa e o recuo do mar

Trampolim - década de 70

Na década de 70, o trampolim localizado em cima de uma pedra do mar na curva da Sereia, era o cartão postal da Praia da Costa, em Vila Velha. Aos domingos ficava apinhado de gente disputando um espaço na prancha para saltar de uma altura de 7 metros. Alguns se arriscavam e ao invés de pular pela parte da frente do trampolim onde existiu a prancha, subiam num parapeito de concreto e pulavam num canal formado pelas pedras em sua lateral.

Em função disso ocorreram muitos acidentes, alguns até fatais. Por causa da ousadia destes poucos que arriscavam a vida, o trampolim foi demolido na administração do prefeito Américo Bernardes da Silveira, em 1978, ficando na pedra vestígios dos quatro pilares de concreto que faziam parte de sua estrutura.

Se o trampolim ainda existisse atualmente, seria praticamente impossível pular, pois a natureza se rebelou e fez com que a faixa de areia crescesse, avançando em direção ao trampolim, fazendo com que as pedras localizadas à sua frente - onde existia o famoso canal - ficassem na areia, como pode ser visto na foto ao lado.

Caso você tenha o antigo cartão postal da Praia da Costa com o trampolim, ou mesmo alguma foto mostrando como era o mar nas proximidades do trampolim, fique à vontade para nos enviar. Nosso e-mail é:contato@morrodomoreno.com.br .

Por: Walter de Aguiar Filho



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Judiciário, eclesiástico, militar – Início do Século XVIII

Judiciário, eclesiástico, militar – Início do Século XVIII

O lugar de ouvidor foi extinto em 1722, passando suas atribuições para o juiz ordinário

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Palavras que vieram da África

A influência do negro na nossa cultura foi bastante expressiva. Os hábitos e costumes africanos penetraram no nosso cotidiano

Ver Artigo
Epidemias e Ameaças - Por Serafim Derenzi

Os franceses, que ameaçaram a costa em 1551, voltaram em 1558 ao Porto de Vitória, onde dormiram 

Ver Artigo
A febre amarela no Espírito Santo em 1850

A Providência Divina vela certamente sobre a população desta Província que, sem o seu auxílio, estaria hoje extinta por falta de recursos da medicina

Ver Artigo
Varíola, cólera, fome em meados do Século XIX no ES

Já em fevereiro de 1855, um ofício do barão de Itapemirim falava em mais de mil vítimas 

Ver Artigo
Porto de Cachoeiro foi marco de crescimento

“Mas o transporte fluvial era tão importante, que a sede da colônia veio para o porto das embarcações, o Porto de Cachoeiro, que hoje é Santa Leopoldina”

Ver Artigo