Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Vargem Alta

Colégio Salesiano em Vargem Alta, 1960

Das cidades localizadas na Região de Montanhas do ES, Vargem Alta é a que tem o ritmo mais calmo. Conhecida como “Cidade do Verde e das Águas”, abriga diversas cachoeiras. Basta dar uma chegadinha no fundo de qualquer quintal para encontrar uma queda d’água.

Um passeio pela cidade, que mais parece uma grande fazenda, revela belas paisagens: vales e matas exuberantes a 1890 metros de altitude. Foi esse conjunto natural que atraiu imigrantes italianos no começo do século XX.
As marcas da cultura deste povo “tutti buena genti” podem ser conferidas na arquitetura tradicional, na produção artesanal, nas tradições religiosas e, em especial, na culinária.

O município também possui um pólo de agroturismo, são 739 propriedades rurais, famílias que recebem os visitantes e mostram o trabalho que fazem na terra. A maioria se destaca na produção de vinhos e licores, além de doces e embutidos como lingüiças.

A cidade conta com boa infra-estrutura hoteleira – algumas pousadas possuem belas cachoeiras, onde se pode dormir ouvindo o barulho da água. Além disso, abriga casas de chá, restaurantes e eatabelecimentos voltados para o ecoturismo: caminhadas, vôo livre, rappel, rafting e outros esportes de aventura.

Ao som do berrante

Em Vargem Alta, dê uma passada na loja de Benedito Agrizzi. Ele fabrica artesanalmente os berrantes em cerca de três dias. São conhecidos Brasil afora. Os chifres de boi, vindos de outros cantos do país, servem também para criar outros objetos, como porta-lápis, chaveiros, colares, entre outros. Outro local onde é possível comprar artesanato típico é no Sítio do Pasti, que reúne numa propiredade várias pessoas de uma mesma família. Alguns, além de trabalharem na terra, descobriram na natureza uma outra forma de aumentar a renda. É o caso de Ronis Pasti, que transforma pés de café e galhos de frutas em peças artesanais. Mas ele só retira da natureza o que já não tem mais utilidade. Material que se transforma em cestas, fruteiras, carrinhos, entre outros objetos. Destaque para os cataventos. Já seu primo, Pedro Pasti, faz artesanato em madeira.

Fonte: Jornal A Gazeta.



GALERIA:

📷
📷


Cidades do ES

GRÉCIA CAPIXABA

GRÉCIA CAPIXABA

A expressão Grécia Capixaba era usada para qualificar o lugar habitado por pessoas cultas e inteligentes.

Pesquisa

Facebook

Matérias Relacionadas

Imigrantes Libaneses

A grande corrente imigratória de libaneses para o Brasil ocorreu em 1914. Pressionados pela 1ª Guerra Mundial e pela dominação otomana, o resultado foi a fuga para o Brasil...

Ver Artigo
Luxemburgueses

Os luxemburgueses foram aqueles que mais se movimentaram pela região de Santa Leopoldina.Eles chegaram ao Espírito Santo por volta de 1859

Ver Artigo
Tiroleses

Em meados de 1800, mais ou menos 1857, austríacos da região do Tirol se instalaram no Município de Santa Leopoldina

Ver Artigo
Imigrantes Holandeses

Os holandeses chegaram por volta de 1858 e vieram atraídos pela oferta de terras em Santa Leopoldina

Ver Artigo
Alemães e Pomeranos

Falar da presença alemã na cultura do Espírito Santo é se dirigir obrigatoriamente para a região Serrana do Estado. Chegando lá, é necessário uma diferenciação entre o que é alemão e o que é pomerano

Ver Artigo
Pomeranos

Os pomeranos, ou pomerânios, foram os mais numerosos alemães que vieram para o Espírito Santo...

Ver Artigo