Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Escritores Capixabas

A Literatura do Espírito Santo na Década de 1920 e a Presença de Maria Antonieta Tatagiba

A Literatura do Espírito Santo na Década de 1920 e a Presença de Maria Antonieta Tatagiba

Obra realizada por Karina de Rezende Tavares Fleury, em “Alma de Flor. Maria Antonieta Tatagiba: vida e obra”, em 2007 

Publicações capixabas coletivas - Por Pedro J. Nunes

Publicações capixabas coletivas - Por Pedro J. Nunes

A Torta capixaba teria um segundo número, com o título Torta capixaba II: poesia e prosa, organizada por Renato Pacheco

A Revista da Academia Espírito-santense de Letras

A Revista da Academia Espírito-santense de Letras

Na totalidade, houve a participação de 189 escritores, com 471 textos

Histórias Capixabas de Francisco Aurélio Ribeiro - Por Getúlio Marcos Pereira Neves

Histórias Capixabas de Francisco Aurélio Ribeiro - Por Getúlio Marcos Pereira Neves

Livro do professor Francisco Aurélio Ribeiro, presidente da AEL e especialista em literatura infanto-juvenil: Histórias Capixabas

Relembrando João Bonino Moreira - Por Getúlio Marcos Pereira Neves

Relembrando João Bonino Moreira - Por Getúlio Marcos Pereira Neves

A coleção a que empresta o nome publica estudos sobre História Militar, História Diplomática e Relações Internacionais        

A Academia Feminina Espírito-santense de Letras e suas escritoras

A Academia Feminina Espírito-santense de Letras e suas escritoras

Apesar de o professor Almeida Cousin ter afirmado, em 1944, ser Haydée Nicolussi e Lydia Besouchet, ao lado de Rubem e Newton Braga, os quatro maiores valores da expressão literária capixaba, as duas escritoras foram ignoradas, ou descartadas, na fundação da Academia Feminina de Letras, em 1949

A união das mulheres. Os anos 40 – Por Francisco Aurélio Ribeiro

A união das mulheres. Os anos 40 – Por Francisco Aurélio Ribeiro

Orminda Escobar Gomes, que viria a ser premiada, em 1951, pela obra Lendas e milagres no Estado do Espírito Santo

As dores e alegrias da velha senhora - Por Fernando Achiamé

As dores e alegrias da velha senhora - Por Fernando Achiamé

O modelo original, a Academia Francesa, foi depois emulado no país pela Academia Brasileira

A sede da academia: Legado do acadêmico Kosciuszko Barbosa Leão

A sede da academia: Legado do acadêmico Kosciuszko Barbosa Leão

Decidi doar minha casa à nossa Academia de Letras, porque já lhe havia doado o coração

Discurso de Recepção a Ester Abreu na Presidência da AEL Por Francisco Aurélio Ribeiro

Discurso de Recepção a Ester Abreu na Presidência da AEL Por  Francisco Aurélio Ribeiro

Ester, agora é a sua vez de nos conduzir à frente de nossa Casa Prof. Kozciusko Barbosa Leão