Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

LERITIBE

Capa do Livro - Gabriel Soares de Souza, escrito em 1587

Capítulo XLIII

Em que se vai declarando a costa do Espírito Santo até o cabo de São Tomé

Do Rio do Espírito Santo ao Guarapari são oito léguas; e faz-se entre um e outro rio uma enseada. Chegando a este Rio de Guarapari estão as serras, que dizem de Porocão, e corre-se a costa do morro de João Moreno até este rio, Norte-Sul; e defronte do morro de João Moreno está a Ilha Escalvada.

Do Rio de Guarapari à ponta de Leritibe são sete léguas; e corre-se a costa Nordeste-sudoeste, cuja terra é muito alta; essa ponta tem, da banda do Norte, três ilhas, obra de duas léguas ao mar e a primeira está meia légua da terra firme, as quais têm bom surgidouro; e estão essas ilhas defronte do Rio Guarapari. A terra deste rio até Leritibe é muito grossa e boa para povoar como a melhor do Brasil, a qual foi povoada dos goitacases.

Esta ponta de Leritibe tem um arrecife ao mar, que boja bem uma légua e meia, a qual ponta é de terra baixa, ao longo do mar. De Leritibe até Tapemirim são quatro ou cinco léguas, cuja costa se corre Nordeste-Sudoeste, a qual está em vinte graus e três quartos. De Tapemirim a Managé são cinco léguas, a qual está em vinte e um graus; de Managé ao Rio de Paraíba são cinco léguas, e corre-se a costa Nordeste-Sudoeste, e toma da quarta ao Norte-Sul, o qual Rio de Paraíba está em vinte e um graus e dois terços.

Este Rio de Paraíba tem barra e fundo por onde entram navios de honesto porte, o qual se pode tornar a povoar, por derredor dele e ao longo do mar. Da Paraíba ao cabo de São Tomé são sete léguas, cuja costa se corre Nordeste-Sudoeste, o qual cabo está em vinte e dois graus. Pelo nome deste cabo o tomou a capitania também de São Tomé, até onde corre o limite dos goitacases, de quem diremos em seu lugar.

 

Fonte: Tratado Descritivo do Brasil em 1587
Autor: Gabriel Soares de Souza
Editora Itatiaia Ltda 2001, Belo Horizonte e Rio de Janeiro
Foto Capa do Livro: Cláudio Martins 

 

LINKS RELACIONADOS:

 Trecho do litoral onde foi erigida a Capitania do ES
 O Morro do Moreno na história do ES

 Morro do Moreno - A origem do nome

 Mestre Álvaro

  

História do ES

4º Centenário do ES no Senado Federal

4º Centenário do ES no Senado Federal

Discurso proferido pelo Dr. Jerônimo Monteiro no Senado Federal, em 22 de maio de 1935, em homenagem ao IV Centenário da Colonização do Espírito Santense.

"Ao subir hoje a esta Casa do Parlamento brasileiro, não era meu propósito ocupar a tribuna e a atenção preciosa do Senado Federal...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Fundadores de Cachoeiro de Itapemirim - João Eurípedes Franklin Leal

Grande é a discussão em torno do povoamento e fundação da atual cidade de Cachoeiro de Itapemirim

Ver Artigo
Carta a um amigo

Aristeu Borges de Aguiar comenta rapidamente a situação em Portugal, e, como que vaticinando, diz “o Mundo anda meio atrapalhado, parecendo que caminha para grandes transformações". 

Ver Artigo
Com a República, pontes, estradas, indústria e comércio

No Espírito Santo, como nas demais províncias do Império, o movimento republicano foi pequeno. Em 23 de maio de 1887, foi fundado o primeiro clube republicano do Espírito Santo

Ver Artigo
Viagens à Capitania do ES - Por Bruno César Nascimento

Expedições às terras capixabas feitas pelo príncipe Maximiliano de Wied-Neuwied, em “Viagem ao Brasil” (1820), e pelo botânico e naturalista Auguste de Saint-Hilaire, em viagem por aqui em 1818

Ver Artigo
Textos de História Militar do Espírito Santo

Este é o propósito deste livro. Trata-se, o nome já o diz, de uma coletânea de textos, textos estes da mais diversa natureza: poema épico, ensaios históricos, crônicas, correspondência oficial e particular

Ver Artigo