Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Lenda dos Tesouros dos Jesuítas – Por Serafim Derenzi

Vândalos escavando o local a procura de tesouros enterrados pelos Jesuítas

Criou-se a lenda de que os Jesuítas, avisados por correio secreto, da expulsão e confisco, enterraram tesouros fabulosos em suas propriedades.

A lenda criou corpo e a imaginação dos fracos de espírito desenhou roteiros cabalísticos, localizando os baús, arcas e panelas abarrotadas de ouro e pedrarias. Ainda se notam escavações à procura de riquezas misteriosas, que os padres não deixaram. Na fazenda Fonte Limpa, em Carapina, em Nova Almeida, em Vilha Velha, em Araçatiba, muito se cavou. M. Mesquita arruinou-se fuçando terra e sepultando esperanças.

Os Jesuítas voltaram ao Brasil em 1841, depois do Breve Solicitudo Omnium de 7 de agasto de 1814, que restabeleceu canonicamente a Companhia de Jesus.

 

Fonte: Biografia de uma ilha, 1965
Autor: Luiz Serafim Derenzi
Compilação: Walter de Aguiar Filho, março/2017

Folclore e Lendas Capixabas

O Tesouro de Caçaroca – Por Maria Stella de Novaes

O Tesouro de Caçaroca – Por Maria Stella de Novaes

A foz do Marinho, onde entrou e foi subindo... subindo, até que, no lugar chamado Caçaroca, submergiu toda a imensa riqueza

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Tesouro da Ilha da Trindade - Por Adelpho Monjardim

O tesouro ali oculto foi roubado às ricas igrejas de Lima pelos espanhóis, durante as Guerras da Independência, quando sentiram perdidas as suas Colônias Sul-Americanas. Segundo consta é simplesmente fabuloso

Ver Artigo
O degas e nós - Por Hermógenes Lima Fonseca

Quem sabe o que significa Degas? Degas é um termo dos anos 30 a 40. Degas equivale à expressão atual: “Aqui o papai”, dito assim em jeito de Chico Anísio

Ver Artigo
São Benedito, Irmandades e Confrarias - A Herança Cultural Afro-Capixaba

Igreja do Rosário, foi fundada em 14 de dezembro de 1765 pelos jesuítas, mas só em 1833 foi criada a Irmandade

Ver Artigo
O Pássaro de Fogo – Por Maria Stella de Novaes

Conta-se que uma princesa indígena, belíssima, filha de valoroso soberano, e um jovem de tribo guerreira contrária, apaixonaram-se irredutivelmente

Ver Artigo
Quando o Penedo falava – Por Maria Stella de Novaes

Gênio bom e manso, fora enclausurado, no coração da pedra, para assistir a todos os triunfos e todas as amarguras da Terra Espírito-Santense

Ver Artigo