Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Escadaria da Misericórdia (ex-ladeira da Misericórdia)

Praça da Misericórdia, em frente ao Palácio Anchieta, em 1908. a Igreja da Misericórdia foi demolida e, em seu lugar, construída a antiga Assembleia Legislativa. Hoje é a Praça João Clímaco.

A ladeira começava no final da Rua Duque de Caxias e terminava no adro da igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, demolida no governo de Jerônimo Monteiro, para construção, no local, da Assembléia Legislativa É logradouro desde os fins do século XVI. Suas casas, pequeninas e baixas como eram quase todas as construções coloniais de Vitória, foram postas abaixo parte no governo de Jerônimo Monteiro, parte no de Florentino Avidos, este responsável pela construção de várias escadarias da cidade inclusive a da Misericórdia.

Do começo dessa ladeira partia estreito caminho que dava para o mar: — o beco Manuel Alves. Recebeu este nome porque, aí, dito senhor atracava pequena embarcação, em cais improvisado, lugar, também, para despejo de "tigres", assim chamados os barris de cocô que, trazidos das residências centrais da cidade, eram, dali e de outros pontos, atirados à baía, em horas de maré vazante.

 

Fonte: Logradouros antigos de Vitória, 1999 – EDUFES, Secretaria Municipal de Cultura
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2017

Bairros e Ruas

Rua do Rosário – Por Elmo Elton

Rua do Rosário – Por Elmo Elton

Recebeu este nome por estar localizada ao pé do morro onde, no século XVIII, foi construída a igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Poema-passeio com Elmo Elton - Por Adilson Vilaça

“Logradouros antigos de Vitória” sempre me impressionou. Mais de década depois, eu faria a segunda edição desta obra pela Coleção José Costa, dedicada à memória e história da cidade, e que foi por mim criada na década de 90

Ver Artigo
Escadaria Maria Ortiz

Ao tentar alcançar a parte alta da vila, subindo estreita rampa, conhecida como ladeira do Pelourinho, os corsários foram surpreendidos pela jovem Maria Ortiz

Ver Artigo
Bairro Glória – Por Edward Athayde D’Alcântara

O Bairro Glória era conhecido como “A Fábrica” por ter ali recebido a transferência da fábrica de bombons Garoto

Ver Artigo
Rua Nestor Gomes (ex-ladeira do Chafariz)

No governo de Florentino Avidos, a área foi urbanizada, pondo-se abaixo todos os casarões antigos ali existentes 

Ver Artigo
IBES 70 ANOS

O Ibes já foi um projeto mais ambicioso, em número de unidades projetadas, prevendo espaços para equipamentos comunitários, o primeiro desse estilo no Estado

Ver Artigo