Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Festa da Polenta

Polenta - Foto: Gazeta on-line

Fonte: http://www.geocities.com/festadapolenta/historiadafesta1.html

A Festa da Polenta surgiu por iniciativa do Padre Cleto Caliman, em 1978, quando foi convidado para ir a uma Festa da Polenta em Sagrada Família, no município de Alfredo Chaves, no Espírito Santo. Ele achou a idéia ótima e resolveu criar a festa em Venda Nova, onde o prato principal era a polenta.

A primeira Festa da Polenta de Venda Nova aconteceu no Colégio Salesiano em 1979, precedida de uma missa na Igreja Matriz. No início, apenas os moradores da cidade participavam da festa, e tudo era improvisado: as donas de casa emprestavam panelas, pratos, copos e talheres e a comunidade doava fubá, macarrão, lingüiça, queijo, frango e bebidas. Desde as primeiras festas, toda a renda era dividida entre as entidades filantrópicas da cidade, com o objetivo de melhorar a vida da população.

Quando o número de participantes começou a crescer, com pessoas vindas de diversos lugares do Estado, surgiu a idéia de estender as comemorações por mais dois dias. Em 1995 a Prefeitura adquiriu um terreno e criou o Centro de Eventos Padre Cleto Caliman para abrigar a Festa da Polenta e demais festas do município.

Em 1943, Padre Cleto Caliman teve a idéia de criar um coral para cantar durante as missas e um ano depois, no dia de Natal, o Coral Santa Cecília fazia sua primeira apresentação. Foi um sucesso total, comemorado com fogueteiro, vinho e muita alegria.

Links Relacionados :

 Como si fa una bella polenta
 Padre Pé-de-Vento



GALERIA:

📷
📷


História do ES

Melhoramentos urbanos e portuário: o novo arrabalde

Melhoramentos urbanos e portuário: o novo arrabalde

Muniz Freire devotou-se prioritariamente à realização do plano de viação férrea

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Duarte de Lemos, homem providencial

Duarte de Lemos rumou para o Espírito Santo com seus “criados e outras pessoas que por seu respeito vieram com ele”

Ver Artigo
Preparativos de viagem do donatário Vasco Fernandes Coutinho

Em Portugal preparava a viagem para o senhorio que lhe coubera “pera todo sempre”, segundo rezava a carta

Ver Artigo
Viajantes Estrangeiros no ES - Auguste de Saint-Hilaire

Augustin François César Prouvencial, segundo o nome de batismo, ou Auguste de Saint-Hilaire,

Ver Artigo
A Colonização do solo Espírito-Santense - Por: Yvone Amorim

Vasco Fernandes Coutinho faleceu a 16 de janeiro de 1561, em Vila Velha, onde residia. Acreditamos, em um futuro bem próximo, que se possa resgatar a importância da figura do donatário, como a melhor forma de cultivar a sua memória

Ver Artigo
Visita do Imperador ao ES – 1860

SS. MM. desembarcavam ao meio-dia. A esta hora todas as autoridades civis e militares, sacerdotes, estavam no Cais das Colunas esperando SS. MM.

Ver Artigo