Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Lembranças da maria-fumaça

Maria Fumaça - Acervo: CVRD

Texto: Edson Quintaes

Trabalhei na Vale de NOVEMBRO DE 1961 a NOVEMBRO DE 1997. Exatamente 36 anos.

Quando eu viajava na Maria Fumaça, muitas vezes tinha a roupa furada por pedaços de brasas que saiam da chaminé da locomotiva. A roupa não chegava a pegar fogo, mas fazia uns buraquinhos....

Nas vezes seguintes, eu não deixava mais a janela aberta... para não ter a calça com pequenos furos feitos pelas minúsculas brasas que saíam da chaminé da locomotiva e entravam pelas ditas janelas...

Coisas da nossa saudosa "Maria Fumaça"... hoje sinceramente sinto saudades daquelas viagens... levando meu acordeom para tocar em Aimorés, Governador Valadares... as refeições feitas nas janelas, o trem balançando e aquela fumaça vez por outra entrando pelas janelas... aquele feijão com arroz, fritas e ovos... a garrafa de refrigerante balançava, balançava... mas não caía... sempre em pé... ! ! ! e vez por outra o apito da locomotiva... sinto saudades daqueles momentos!

Links Relacionados:

 Estrada de Ferro Vitória a Minas 
 A maria-fumaça sai de cena
 
 Museus do ES
 



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

E por falar em saudade

E por falar em saudade

Tenho saudades do torrone, da Garoto, um tablete de docinho recoberto de chocolate e com recheio pastoso de castanha, amêndoa ou amendoim, já não me lembro mais. Só sei que era uma delícia e que guardava todas as minhas pequenas economias para comer um a casa quinze dias. Era a época do leite-mel, da pastilha forte, da groselha, do sorvete de coco verde do Michel, guloseimas,...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Comparações e fatos alusivos a Proclamação da República

Discurso proferido por Robero Brochado Abreu, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha - Casa da Memória, durante as comemorações da Proclamação da República

Ver Artigo
Praça Costa Pereira ou Independência?

Certa vez, de passagem pela Capital, um estrangeiro queixava-se: - A língua capixaba é muito difícil: escreve Costa Pereira e pronuncia-se Independência!

Ver Artigo
Ofícios reservados do príncipe regente D. Pedro I, 1822

Tenha sempre em vista como requisito essencial e objeto em que interessa à causa pública deste reino o exame e conhecimento dos sentimentos dos pretendentes

Ver Artigo
Vale do Mulembá

O Vale do Mulembá fica no bairro Joana D’arc, em Vitória, entre a Pedreira Rio Doce e o loteamento São José. O acesso é pela Rodovia Serafim Derenzi

Ver Artigo
Escolhendo panelas capixabas

Algumas panelas de barro produzidas no Espírito Santo estão ficando grossas, com queima incompleta e perdendo a cor negra profunda, tão característica. Isto se deve a fatores que pretendemos apontar

Ver Artigo