Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Britz fecha

Prédio do antigo Britz Bar - Foto: Walter de Aguiar Filho, 08/2011

Amanhã não fecha,

porque depois de amanhã é domingo

Não se desesperem.

Pensem nas cubas libres que virão,

nos versos que estão para escrever.

Deixem que vá a leilão,

mas não arredem o pé de suas mesas,

nem abram mão de sua orlofe

imprensada entre o limão e o açúcar.

 

O Britz fecha.

Quinta, depois do carnaval, em agosto.

Que janela me indicou tal portaria,

Se bar era sem porta.

 

O Britz fecha.

Onde procurar o chope gelado,

o americano e o sergio egito.

 

O Britz fecha.

O vento sul, desnorteado,

vai bater a porta que ninguém

nunca viu.

 

O Britz fecha,

no vermelho,

em débito de sonatas e paixões

a corações errantes

nas tantas contas que ficaram por quitar

 

Fonte: Escritos de Vitória – bares, botequins etc.
Autor: Anilton Trancoso
Compilação: Walter de Aguiar Filho, maio/2012

Variedades

Riacho – Por Monsenhor Eurípedes Pedrinha, em 1891

Riacho – Por Monsenhor Eurípedes Pedrinha, em 1891

A vila, situada embora em sítio alagadiço, apresenta, todavia vário e agradável aspecto. A estas frondosas matas vestem terreno arenoso...

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

A Proclamação da República e o Espírito Santo

A despeito de não ter havido a participação popular, a Proclamação da República não se explica pelo ato de Deodoro da Fonseca

Ver Artigo
Sítio da Família Batalha – Por Edward Athayde D’Alcântara

Constituído de uma pequena gleba de terras de um pouco mais de três alqueires e meio (173.400,00 m²), fica localizado às margens do Rio da Costa

Ver Artigo
O Exército Brasileiro em solo Espiritossantense

A nova denominação de 3º Batalhão de Caçadores veio do Decreto nº 13.916, de 11 de dezembro de 1919, permanecendo com a mesma, até 24 de janeiro de 1949 

Ver Artigo
Praia do Ribeiro e Ilha da Baleia – Por Edward Athayde D’Alcântara

A ilha da Baleia no período do Brasil Império e Colônia foi considerada como ponto estratégico para defesa da Capitania

Ver Artigo
Capítulo III - A viagem a Capitania do ES pelo Príncipe Maximiliano de Weid-Neuwied

Maximiliano e sua comitiva partem rumo ao “desconhecido”, em de novembro de 1815

Ver Artigo