Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

O Frade e a Freira - A Lenda por Estêvão Zizzi

O trade e a Freira - Estêvão Zizzi

Há muito tempo da imaginação aventuresca e pela tradição oral, chegou aos nossos dias a lenda do Frade e da Freira. Uma formação granítica situada na divisa do município de Itapemirim com Vargem Alta, próximo à BR – 101, Estado do Espírito Santo. São duas rochas, uma de frente para outra, que formam as figuras de um frade e uma freira. O Frade fica localizado no município de Itapemirim, no distrito de Itapecoá, e a Freira, localizada no município de Vargem Alta, no distrito de Jaciguá.

Pela pesquisa que fizemos há diversas versões sobre essa lenda. Em 1938, no livro de edição particular, Escada da vida, o poeta cachoeirense Benjamin Silva inseriu um soneto em que conta a versão mais difundida da lenda que explica a origem de uma escultura natural em duas montanhas situadas entre os municípios de Cachoeiro de Itapemirim e Rio Novo do Sul — "O Frade e a Freira": "Na atitude piedosa de quem reza,   E como que num hábito embuçado,  Pôs naquele recanto a natureza   A figura de um frade recurvado.   E sob um negro manto de tristeza   Vê-se uma freira tímida a seu lado, / Que vive ali rezando, com certeza,   Uma oração de amor e de pecado...  Diz a lenda — uma lenda que espalharam —   Que aqui, dentre os antigos habitantes.   Houve um frade e uma freira que se amaram...   Mas que Deus os perdoou lá do infinito,   E eternizou o amor dos dois amantes   Nessas duas montanhas de granito.

Em 1968, Maria Stella de Novaes publicou um livro de 163 páginas intitulado Lendas Capixabas, pela FTD, em que contesta essa versão eternizada por Benjamin Silva, sob a alegação de que as freiras só chegaram ao Espírito Santo no início do século XX, e que "Uma lenda não pode incidir num anacronismo. Nem discrepar da História"(p. 56). Rodrigo Campaneli, em 2004, publicou um livro com o título As mais belas lendas capixabas, editado em Vitória pela Casa de Artes Campaneli Ltda. A primeira lenda que ele reconta intitula-se "O Frade e a Índia" (p. 8-11), em que substitui a figura da freira pela de uma indiazinha, sob a mesma alegação de Maria Stella de Novaes de que a lenda não pode discrepar da História e de que não havia freiras aqui no séc. XVII. No entanto, uma lenda pode dar-se ao luxo de falsear a história.  Enfim, para contar essa lenda, respeitamos as versões, mas discordamos. O documento mais antigo que traz o nome do Frade e da Freira foi encontrado no diário do imperador Dom Pedro II, escrito em 1860, em que ele desenhou os perfis das serras, vistos do mar, "Frade e Freira!" e Itabira, que chamou de garrafinha, e marcou a hora: "8 e 36m". Portanto, mesmo não tendo freiras no Brasil à época, a formação granítica já era conhecida por esse nome. É certo que alguém já conheciam freiras em outros lugares e deram nomes as pedras. Essa é a versão mais próxima da realidade. Por outro lado, em 15 de abril de 2021, o governo do estado do Espírito Santo, criou a Lei 11.254, onde estabelece em seu artigo 1°- Fica criada, no Estado do Espírito Santo, a "Rota do Frade e a Freira", declarada como de relevante interesse turístico e cultural. Para constatar a lenda in loco, pegamos mochila e barraca de acampamento e passamos quinze dias conversando com moradores e vivenciando o clima local, para contar essa bela lenda do Frade e da Freira.

 

 

Autor: Estêvão Zizzi

 

Link da Editora

 

https://clubedeautores.com.br/livro/o-frade-e-a-freira

Folclore e Lendas Capixabas

Dom Pedro II e o Congo

Dom Pedro II e o Congo

Em sua visita à Reis Magos ou Nova Almeida no ano de 1860, Dom Pedro II foi atraído por uma banda de congo que os caboclos formavam em louvor a São Benedito

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Tesouro da Ilha da Trindade - Por Adelpho Monjardim

O tesouro ali oculto foi roubado às ricas igrejas de Lima pelos espanhóis, durante as Guerras da Independência, quando sentiram perdidas as suas Colônias Sul-Americanas. Segundo consta é simplesmente fabuloso

Ver Artigo
O degas e nós - Por Hermógenes Lima Fonseca

Quem sabe o que significa Degas? Degas é um termo dos anos 30 a 40. Degas equivale à expressão atual: “Aqui o papai”, dito assim em jeito de Chico Anísio

Ver Artigo
São Benedito, Irmandades e Confrarias - A Herança Cultural Afro-Capixaba

Igreja do Rosário, foi fundada em 14 de dezembro de 1765 pelos jesuítas, mas só em 1833 foi criada a Irmandade

Ver Artigo
O Pássaro de Fogo – Por Maria Stella de Novaes

Conta-se que uma princesa indígena, belíssima, filha de valoroso soberano, e um jovem de tribo guerreira contrária, apaixonaram-se irredutivelmente

Ver Artigo
Quando o Penedo falava – Por Maria Stella de Novaes

Gênio bom e manso, fora enclausurado, no coração da pedra, para assistir a todos os triunfos e todas as amarguras da Terra Espírito-Santense

Ver Artigo