Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A Revolta de Xandoca

Na foto, Marcondes Alves de Sousa – que sucedeu a Jerônimo Monteiro

Marcondes Alves de Sousaque sucedeu a Jerônimo Monteiro – o Congresso Estadual submeteu a Constituição a uma reforma cujo objetivo principal era atender a interesse político eventual.

Preocupado em conhecer pessoalmente os problemas locais de cada região, Alves de Sousa visitou todos os municípios do Estado, em 1913.

Ao fim de seu governo – quando da propaganda eleitoral para a sucessão presidencial – o Estado conheceu, novamente, dias de luto e tristeza, provocados por tremenda luta política.

O Espírito Santo dividiu-se entre os partidários de José Gomes Pinheiro Júnior e Bernardino Monteiro. Reconhecida, oficialmente, a vitória do último, os partidários daquele tentaram estabelecer um segundo governo, com sede em Colatina.

O episódio é conhecido pelo nome de Revolta do Xandoca, devido a Alexandre Calmon. Esse político, a princípio companheiro de chapa de Bernardino Monteiro, como candidato à vice-presidência, rompeu com os antigos correligionários, aliando-se a Pinheiro Júnior.

Realizadas as eleições, os partidários do último instalaram um Congresso Legislativo, em Vitória, sob a presidência de Joaquim Guimarães. A vinte e três de maio de 1916, Pinheiro Júnior instalou seu governo em Colatina, proclamada capital do Estado, e embarcou, em seguida, para o Rio de Janeiro, de regresso a Teresópolis, onde clinicava.

 Alexandre Calmon, na qualidade de vice-presidente, manteve-se ali até o dia vinte e nove de junho de 1916, data em que se internou no território mineiro, seguido de um grupo de companheiros solidários com a sorte do chefe vencido.

 

Fonte: História do Estado do Espírito Santo, 1951
Autor: José Teixeira de Oliveira
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2012

Curiosidades

 Benevente

Benevente

A baía de Benevente é larga, rasa e aberta. Navios de mais de dez pés de calado não podem chegar a uma milha da praia, mas podem ancorar a alguma distância fora dela

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Geognosia e metalurgia na Província do ES

Nas margens do rio Guandu; na montanha do Mestre Álvaro, no município da Serra; na montanha da Fonte Grande

Ver Artigo
A Lagoa Juparanã – Por Monsenhor Pedrinha, em 1891

Juparanã, Juparanã, deu-te tudo a natureza, só te não deu lágrimas para chorares o desprezo dos teus!...

Ver Artigo
Viajantes Estrangeiros ao ES – Wied, Freyreiss e Sellow

Pouco antes de iniciarem excursão pelas províncias do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia, chegou à Corte, em meados de junho de 1815, Maximiliano Alexandre Philipp, Prinz von Wied-Neuwied

Ver Artigo
Os açorianos em Viana/ES – Favores fiscais

A povoação foi oficialmente instalada a quinze de fevereiro de 1813

Ver Artigo
A transição para o caminhão – Por Ormando Moraes

O caminhão foi entrando mais lentamente, devido à falta de estradas, a partir da década de 20

Ver Artigo