Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Literatura e Crônicas

A casa azulejada da Serra e os Barboza Leão – Por Elmo Elton

A casa azulejada da Serra e os Barboza Leão – Por Elmo Elton

A Serra era então cognominada, pelo número de seus escritores e artistas, a Atenas espírito-santense

O Zorro e a Odalisca – Por Jovany Sales Rey

O Zorro e a Odalisca – Por Jovany Sales Rey

Tem milagre que só dá para contar falseando o nome dos santos, principalmente quando eles ainda estão vivos e vigorosos o bastante para quebrarem suas bengalas na minha cabeça. No entanto, mesmo que tivessem morrido, não me arriscaria a identificá-los

Os “Grandes Coisas” - Por Hélio de Oliveira Santos

Os “Grandes Coisas” - Por Hélio de Oliveira Santos

Esta estória passou-se há uns 30 anos atrás. Estava meu irmão Alberto, o Atila Bezerra  que já foi Ministro da Fazenda, e se não me falha a memória também o nosso Asdrubal Soares

Bloco Unidos do Quintal

Bloco Unidos do Quintal

Quem já brincou o carnaval de rua de Vila Velha, com certeza tem na memória os registros do Bloco Unidos do Quintal, da década de 70

Ano Novo - Por Eugênio Sette

Ano Novo - Por Eugênio Sette

Papai Noel só me trouxe avisos bancários anunciando próximos vencimentos e o meu Dever está maior do que o meu Haver

Os ignorados – Por Mário Martins

Os ignorados – Por Mário Martins

A psicologia do capixaba não é muito conhecida no País. Ele próprio raramente é citado no anedotário nacional. É quase um desconhecido. Ou melhor, é ignorado

Ele era o Professor, nós as Maducas – Por Marilena Soneghet

Ele era o Professor, nós as Maducas – Por Marilena Soneghet

O método do Prof. Guilherme, menos gramático: estimulava a leitura como o ideal para introjetar o aprendizado, melhorar a redação, adquirir estilo

Excentricidades na Paisagem de Vitória - Por Ormando de Moraes

Excentricidades na Paisagem de Vitória - Por Ormando de Moraes

E eis que descubro duas excentricidades: a casinha ao pé do Penedo, talvez construída quando o morro ainda falava, certamente a mais protegida de nossas moradias, e as janelinhas em arco dando um toque de nobreza nas pobres casas dos morros

Vitória em 1936 - Por Renato Pacheco

Vitória em 1936 - Por Renato Pacheco

Comíamos Torta Capixaba, na Semana Santa, e Muxá nas tardes de domingo (Panorama da pequena Vitória de 1936, nas lembranças de Renato Pacheco)

E Vitória mudou ...

E Vitória mudou ...

A Vitória antiga, pequenininha, das cadeiras nas calçadas para a conversa noturna dos vizinhos, dos parentes e dos amigos, se acabou