Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Aprenda a escolher um bom peixe

Peixe Pargo

Peixe é um ótimo alimento, mas cuidado quando for comprar: você precisa estar certo de que está fresco. Cheire o peixe na altura das guelras. Se sentir cheiro forte, não compre. Um peixe bom, bem fresquinho, tem as escamas presas ao corpo e brilhantes. As guelras são úmidas e rosadas, ou avermelhadas. Os olhos são brilhantes e a pele intacta e de cor viva. A carne, branca ou rosada, deve estar firme. E deve resistir à pressão dos dedos com um reflexo que lembre o da madrepérola.

Na hora de limpar, deixe-o durante uns quinze minutos em água fria e, depois, segurando pela cabeça, faça um corte no ventre e tire as vísceras. As nadadeiras, você tira fazendo um corte de cada lado e puxando-as num movimento rápido e preciso. Para terminar, lave o peixe em água corrente, até sair todo o sangue, para que a carne não fique escurecida.

Link Relacionado:

>> Receita da Moqueca Capixaba



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

A Cidade em outros tempos

A Cidade em outros tempos

Bondes, lanchas, manguezais e catraeiros nos remetem há uma época que creio não retornará. Vou citar alguns fatos e nomes de alguns personagens

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Hermógenes - Amor pela Barra

Aos 12 anos, Hermógenes embarcou com a mãe e o irmão Ivo no navio de cabotagem Lud e, após longa viagem, aportaram em Vitória. Foi morar em Paul, município de Vila Velha

Ver Artigo
Memória Capixaba - O Arquivo e a Biblioteca (II) – Por Gabriel Bittencourt

O novo Congresso Legislativo construído sobre os escombros da antiga igreja da Misericórdia, que fora arrasada por ordem de Jerônimo Monteiro

Ver Artigo
A Polícia Militar na Historiografia Capixaba - Por Gabriel Bittencourt

A Policia Militar jamais suscitou tanta evidência, seja na imprensa ou no seio da comunidade cultural, como neste ano em que comemora 150 anos de existência

Ver Artigo
As precursoras de uma literatura feita por mulheres no ES

Francisco Aurélio Ribeiro comprova em seu livro, A Literatura do Espírito Santo, que no final do século passado a tônica era machista. As mulheres podiam fazer versos, desde que não os publicassem...

Ver Artigo
As revolucionárias nos anos 30 - Por Francisco Aurélio Ribeiro

Maria Stella de Novaes (1894-1990) e Haydée Nicolussi (1905-1970) são da mesma geração e foram revolucionárias de seu tempo, cada uma a sua maneira

Ver Artigo