Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

História das Palmeiras Imperiais

PalmeiraS Imperiais - Prainha, Vila Velha - ES

Família Real troxe para o Brasil a espécie mais conhecida da árvore

A Palmeira imperial, também chamada de "palmeira-máter", é a mais conhecida entre as 26 espécies exóticas do Brasil. A árvore, provavelmente, foi trazida pela família real, com a vinda de D. João VI para o Brasil. Isso, talvez, explique a origem do nome popular da Roystonea oleracea, encontrada na Praça da Bandeira, na Prainha de Vila Velha e no Convento da Penha e em outros espaços público pelo Brasil afora.

A palmeira imperial pode atingir até 30 metros de altura e sempre é encontrada em grupos, dispostas em fileiras ou coluna. "É muito raro uma palmeira imperial estar sozinha", diz a pesquisadora Isa Regina do Monte Leite. Ela informa que essa espécie é nativa do norte da Venezuela (América do Sul) ou das Antilhas (América Central), nas ilhas caribenhas. "As palmeiras são típicas dos países de climas tropical e subtropical, por isso a adaptação no Brasil foi fácil".



GALERIA:

📷
📷


Matérias Especiais

Finda o século XVI no Espírito Santo - Por Mário Freire

Finda o século XVI no Espírito Santo - Por Mário Freire

A “Capitoa e Governadora” do Espírito Santo; por morte de filho de igual nome do Fundador, coube a donataria, em 1589

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Praça Costa Pereira ou Independência?

Certa vez, de passagem pela Capital, um estrangeiro queixava-se: - A língua capixaba é muito difícil: escreve Costa Pereira e pronuncia-se Independência!

Ver Artigo
Ofícios reservados do príncipe regente D. Pedro I, 1822

Tenha sempre em vista como requisito essencial e objeto em que interessa à causa pública deste reino o exame e conhecimento dos sentimentos dos pretendentes

Ver Artigo
Vale do Mulembá

O Vale do Mulembá fica no bairro Joana D’arc, em Vitória, entre a Pedreira Rio Doce e o loteamento São José. O acesso é pela Rodovia Serafim Derenzi

Ver Artigo
Escolhendo panelas capixabas

Algumas panelas de barro produzidas no Espírito Santo estão ficando grossas, com queima incompleta e perdendo a cor negra profunda, tão característica. Isto se deve a fatores que pretendemos apontar

Ver Artigo
Casa da Memória de Vila Velha - Sua História

Na Prainha, à beira mar, de frente para a Praça Tamandaré, havia um casarão geminado em ruínas, uma das últimas edificações do século XIX, datada de 1893, conforme inscrição em seu frontispício

Ver Artigo