Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Os Alfarrábios de Miguel de Aguiar

Capa do Livro - Krikati Tio Clê e o Morro do Moreno que retrata a história do Posto Semafórico do Morro do Moreno de autoria de Walter de Aguiar Filho

No Morro do Moreno funcionou o primeiro Posto Semafórico do Espírito Santo e um dos mais antigos do Brasil, da época de João Moreno. Este, conta a história, veio na expedição de Vasco Fernandes Coutinho em 1535. Do topo do Morro ele fazia a vigilância, transmitindo sinais para a Vila Nova de Vitória, para que a capitania não fosse surpreendida pelo ataque de um navio corsário.

Quase quatro séculos depois, ainda em pleno século XX, o Morro do Moreno funcionava como Posto Semafórico da entrada da Baía de Vitória.

Nessa época, podemos dizer há pouco tempo atrás, a população do estado do Espírito Santo era de 200.000 habitantes. Não existia telefone, telégrafo, bondes, poucos vapores (navios). Não havia luz elétrica nem mesmo lampião de querosene. Era da vela de sebo que o povo dependia para iluminação. Não necessitava-se de muita luz, pois era costume da maioria ir para a cama depois do pôr do sol. Não havia fonógrafos nem rádio, portanto, a comunicação do Posto Semafórico localizado no Morro do Moreno era toda feita através de bandeiras alfabéticas e por bandeiras semáforas, empregadas no Código de Sinais.

 

Autor: Walter de Aguiar Filho, 2011

Matérias Especiais

Mercado São Sebastião

Mercado São Sebastião

Construído em 1949 para abrigar verdureiros, peixeiros e açougueiros, o Mercado São Sebastião, em Jucutuquara, está sendo reformado pela Prefeitura de Vitória para se transformar em um centro de referência do artesanato capixaba.

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Praça Costa Pereira ou Independência?

Certa vez, de passagem pela Capital, um estrangeiro queixava-se: - A língua capixaba é muito difícil: escreve Costa Pereira e pronuncia-se Independência!

Ver Artigo
Ofícios reservados do príncipe regente D. Pedro I, 1822

Tenha sempre em vista como requisito essencial e objeto em que interessa à causa pública deste reino o exame e conhecimento dos sentimentos dos pretendentes

Ver Artigo
Vale do Mulembá

O Vale do Mulembá fica no bairro Joana D’arc, em Vitória, entre a Pedreira Rio Doce e o loteamento São José. O acesso é pela Rodovia Serafim Derenzi

Ver Artigo
Escolhendo panelas capixabas

Algumas panelas de barro produzidas no Espírito Santo estão ficando grossas, com queima incompleta e perdendo a cor negra profunda, tão característica. Isto se deve a fatores que pretendemos apontar

Ver Artigo
Casa da Memória de Vila Velha - Sua História

Na Prainha, à beira mar, de frente para a Praça Tamandaré, havia um casarão geminado em ruínas, uma das últimas edificações do século XIX, datada de 1893, conforme inscrição em seu frontispício

Ver Artigo