Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Rua Imaculada Conceição (ex-ladeira da Tapera) - Por Elmo Elton

Rua Imaculada Conceição (ex-ladeira da Tapera)

A ladeira começava na Rua da Lapa, atual Thiers Veloso, e terminava no caminho de São Francisco, hoje rua Dom Fernando. Nela os franciscanos, chegados a Vitória em 1589, tiveram residência e capela provisórias, antes de darem início à construção do Convento. Frei Antônio dos Mártires, que, em fins de 1590 ou começo de 1591, obtivera licença de sua Ordem para edificar um monastério em Vitória, faleceu, logo depois, isto é, em 1592, sendo seu corpo sepultado na capela provisória da Tapera, ali seus restos mortais ficaram até 1601, quando transladados para o Convento de São Francisco, inaugurado naquele ano, com missa celebrada a 2 de agosto, no altar do orago. Os mesmos padres mantiveram, por muito tempo, alojamento de escravos na referida artéria, daí ser a mesma também conhecida por ladeira da Senzala.

De chão batido, íngreme e tortuoso, o capim crescendo junto das construções de taipa, a ladeira, depois dos anos 50, já neste século, foi alargada, ganhou calçamento de paralelepípedos, passando a denominar-se Rua Imaculada Conceição, — padroeira da província sul da Ordem Franciscana no Brasil.

 

Fonte: Logradouros antigos de Vitória, 1999 – EDUFES, Secretaria Municipal de Cultura
Autor: Elmo Elton
Compilação: Walter de Aguiar Filho, outubro/2017

Bairros e Ruas

Ilha dos Bentos

Ilha dos Bentos

 No local ainda existe um córrego parcialmente coberto por manilhas. A parte descoberta é protegida por pequeno muro gabião

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Primeiros moradores do Farol de Santa Luzia

Os primeiros moradores da região do Farol de Santa Luzia, na Praia da Costa, Vila Velha, foram...

Ver Artigo
Arrabaldes de Vitória - Os 10 mais frequentados por Eurípedes Queiroz do Valle

Primitivamente a expressão significava o habitante desse arrabalde. Passou depois a significar os que nascessem em Vitória. Hoje é dado a todo espírito-santense

Ver Artigo
Centro de Vitória

Palco de batalhas ferrenhas contra corsários invasores, espaço para peladas de futebol da garotada, de footings de sábados e domingos, praças, ladeiras e ruas antigas curtas e apertadas, espremidas contra os morros — assim é o Centro de Vitória

Ver Artigo
Cercadinho – Por Edward Athayde D’Alcântara

Ao arredor, encosta do Morro Jaburuna (morro da caixa d’água), ficava o Cercadinho

Ver Artigo
Avenida Jerônimo Monteiro (ex-rua da Alfândega)

Atualmente, é a principal artéria central de Vitória. Chamou-se, antes, Rua da Alfândega, sendo que, em 1872, passou a denominar-se Rua Conde D'Eu

Ver Artigo