Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

A torre e o relógio

A construção da Praça Oito em 1920

Monumento aos vencedores

 

No centro da atual cidade de Vitória há uma praça cujo nome reporta a uma data: “8 de Setembro”. Nesse dia e mês, em 1551, a Ilha de Santo Antônio foi invadida pelos goytacazes. A historiadora Stella de Novaes, dando a impressão de que foi testemunha ocular do episódio, assim o descreveu:

“Nas suas velozes canoas, ou mesmo vencendo a travessia em fortes braçadas, os silvícolas atingem a ilha e iniciam uma arrancada violenta para o centro colonizado. Fere-se vultuoso combate. As crianças tremem e choram. As mulheres rezam. Mas, no auge do combate, o fragor de um canhão abala a terra e o índio, vencido pelo terror, balbucia: - Tupã!”

Narrações emocionadas à parte, a derrota dos goytacazes está eternizada na torre e no relógio da “Praça 8”. É um monumento ao triunfo dos conquistadores.

 

Fonte: Livro História do Espírito Santo - uma abordagem didática e atualizada 1535 - 2002
Autor: José P. Schayder
Compilação: Walter de Aguiar Filho, fevereiro/2016

Curiosidades

A política brava – Por Jair Corrêa

A política brava – Por Jair Corrêa

Depois do fim do Estado Novo, em 1945, quando foram criados os novos partidos, eu entrei na política

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Viajantes Estrangeiros ao ES – Wied, Freyreiss e Sellow

Pouco antes de iniciarem excursão pelas províncias do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia, chegou à Corte, em meados de junho de 1815, Maximiliano Alexandre Philipp, Prinz von Wied-Neuwied

Ver Artigo
Os açorianos em Viana/ES – Favores fiscais

A povoação foi oficialmente instalada a quinze de fevereiro de 1813

Ver Artigo
A transição para o caminhão – Por Ormando Moraes

O caminhão foi entrando mais lentamente, devido à falta de estradas, a partir da década de 20

Ver Artigo
A política brava – Por Jair Corrêa

Depois do fim do Estado Novo, em 1945, quando foram criados os novos partidos, eu entrei na política

Ver Artigo
As minhas histórias – Por Jair Correa

Meu pai era conhecido como "seu" Corrêa. O seu nome completo era Joaquim Corrêa. A minha mãe se chamava Vicenta Gimenez Corrêa

Ver Artigo