Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

Campus Alaor de Queiroz Araujo - Por Aldo José Barroca

Alaor de Queiroz Araujo

Na década de 1930, estudantes capixabas já frequentavam cursos superiores em Vitória, até que, em 5 de maio de 1954, o governador Jones dos Santos Neves criou a Universidade do Espírito Santo, unindo os cursos dispersos. Sendo sua manutenção onerosa, o deputado federal Dirceu Cardoso conseguiu sua transformação em instituição federal. No último ato administrativo assinado pelo presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, em 30 de janeiro de 1961, surgiu a Ufes — Universidade Federal do Espírito Santo. Jair Etienne Dessaune, 1° reitor, estruturou e acompanhou a construção desde o início.

Em 1967, o governo federal desapropriou um terreno em Goiabeiras, construindo no local a Ufes. O Campus fica na região norte, na Avenida Fernando Ferrari, em Goiabeiras, em frente a Jardim da Penha. Sua construção ocasionou a perda de 211.250 m2 de manguezal, devido aos aterros necessários à construção e posteriormente para ampliação da Avenida Fernando Ferrari. Alunos da Ufes participaram da redemocratização, principalmente em passeatas, enfrentando abertamente a repressão. Vários estudantes foram presos, a maioria muito jovem. Alcançada a democracia, fez-se necessária a reorganização para recuperar o rumo ideológico e a militância, esquecidos no período ditatorial. Da resistência à ditadura nos anos de chumbo surgiram lideranças a se destacarem na vida pública e privada.

Com quatro campi universitários, em Vitória (Goiabeiras e Maruípe) e no interior (Alegre e São Mateus), possui cerca de 1.500 professores, 2 mil servidores técnicos, 19 mil alunos de graduação presencial, 1.200 de graduação a distância e 3 mil de pós-graduação. Possui 102 cursos de graduação, 56 mestrados e 26 doutorados. O campus principal ocupa hoje uma área em torno de 1,5 milhão de metros quadrados. Centros de Ensino Goiabeiras: Centro de Artes, Centro de Ciências Exatas, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Centro de Educação, Centro de Educação Física e Desportos, Centro Tecnológico. Maruípe: Centro de Ciências da Saúde — Hucam - Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes e IOUFES - Instituto de Odontologia da Ufes. São Mateus: Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES) Alegre: Centro de Ciências Exatas, Naturais e da Saúde e Centro de Ciências Agrárias e Engenharias (CCAE). Oferece Mestrado e Doutorado, bem como cursos à distância. Órgãos Suplementares: Biblioteca Central, Instituto de Inovação Tecnológica, Instituto Tecnológico, Núcleo de Assessoria Jurídica e Auditoria Interna, Núcleo de Processamento de Dados, Museu de Ciências da Vida, Prefeitura Universitária, Rádio e Televisão Universitária, Restaurante Universitário e Planetário.

Em 1960, meu pai, músico e coronel da Polícia Militar do Espírito Santo, Alfredo Pacheco Barroca, formou-se em bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Espírito Santo (hoje, integrante da UFES). Foi o orador da turma. Posteriormente, meu irmão Alexandre também se formou em bacharel em direito na mesma Faculdade. Meu irmão Alfredo é professor de Educação Física formado na turma do Campus de Goiabeiras. Minha irmã Alone é formada em Matemática pela Fafi — Faculdade de Filosofia e Letras, posteriormente integrada à UFES. Fato curioso: Seu nome não constava entre os aprovados no vestibular. Ela estava lamentando com colegas, o professor chegou para saudar o grupo. Ao tomar conhecimento, mandou corrigir o erro, pois ela foi classificada... Minha neta Carolina cursa Literatura na Ufes.

A universidade atende à Comunidade externa, como exemplo cito a UnAPI - Universidade Aberta à Pessoa Idosa; inclusive eu frequento. Também na Ufes, entre 22 e 26 de maio de 2019, a 6ª FLIC ES – Sexta Feira Literária Capixaba. O Dr. Alaor de Queiroz Araujo foi reitor de três de março de 1965 a dezesseis de junho de 1971, com destacada atuação em prol do desenvolvimento dos estudos da universidade. Em justa homenagem por seus valiosos serviços prestados, embora conhecido como Campus de Goiabeiras, o nome oficial é Campus Alaor de Queiroz Araujo.

Referência em educação superior de qualidade, conceituada no Brasil e fora do país, a UFES – Universidade Federal do Espírito Santo, ao completar 65 anos, merece nosso parabéns, por sua importante, atuação nas áreas de pesquisa, educação e cultura, servindo aos capixabas e também aos outros estados de nosso imenso e amado Brasil. É um dos muitos motivos do meu orgulho de ser capixaba.

 

Fonte: UFES: 65 anos – Escritos de Vitória, 33 – Secretaria de Cultura da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), 2019
Conselho Editorial: Adilson Vilaça, Ester Abreu Vieira de Oliveira, Francisco Aurélio Ribeiro, Elizete Terezinha Caser Rocha, Getúlio Marcos Pereira Neves
Organização e Revisão: Francisco Aurélio Ribeiro
Capa e Editoração: Douglas Ramalho
Impressão: Gráfica e Editora Formar
Foto Capa: David Protti
Foto contracapa: Acervo UFES
Imagens: Arquivos pessoais
Autor: ALDO JOSÉ BARROCA
Escritor, pesquisador, jornalista articulista. Filiado ao IHGES.
Compilação: Walter de Aguiar Filho, fevereiro/2020

Personalidades Capixabas

Florentino Avidos

Florentino Avidos

O povo tem qualquer coisa de feminino nas suas opiniões e no seu modo de apreciar uns tantos fatos da vida social. 

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

O Saldanha e o seu oceano - Peter Falcão

O Espírito Santo tinha times fantásticos de polo aquático no Saldanha, Álvares e Náutico Brasil, entre outros clubes

Ver Artigo
Centro de línguas para a comunidade - Por Jô Drumont

A experiência iniciou-se em 1993, com apenas 60 alunos. Quatro anos após, já contava com cerca de 7.500 inscritos

Ver Artigo
UFES 65 anos - reminiscências do curso de Direito - Por Getúlio Marcos Pereira Neves

Ao professor Antônio Benedito Amâncio Pereira devo o início da minha vida funcional

Ver Artigo
Doutor Lucilo, o Rei da Praia do Suá

Entre os anos cinqüenta e sessenta, duvido que existisse alguém em Vitória que vivesse a vida mais intensamente do que ele

Ver Artigo
Campus Alaor de Queiroz Araujo - Por Aldo José Barroca

Na década de 1930, estudantes capixabas já frequentavam cursos superiores em Vitória, até que, em 5 de maio de 1954, o governador Jones dos Santos Neves criou a Universidade do Espírito Santo, unindo os cursos dispersos

Ver Artigo