Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Dr. Luiz Buaiz - Uma pessoa brilhante: assim conta o cirurgião Dr. Noé Silva

Santa Casa de Misericódia

A amizade entre o cirurgião Noé Silva e o Dr. Luiz Buaiz começou em 1959, época em que Noé chegou a Vitória oriundo do Rio de Janeiro. “Nas décadas de 1950, 1960 e 1970, de certa forma o Dr. Luiz Buaiz comandava os institutos de previdência do Espírito Santo. Então era muito comum procurar por ele”, lembra.

Dr. Noé destaca ainda que dois fatores que marcaram muito, no Dr. Luiz Buaiz. “O primeiro era a atenção que ele dava a todos os pacientes. Luiz fazia questão de que todos fossem muito bem atendidos. Em segundo lugar, ele que ocupou, em muitas oportunidades, um cargo de chefia, sempre nos tratou com extremo respeito e também forneceu toda a atenção que era necessária.”

Trabalhando diretamente com o Dr. Luiz Buaiz por aproximadamente 40 anos, Noé Silva lembra-se de todo o esforço que ele fazia para auxiliar os colegas e resolver todos os problemas à sua volta, mesmo que não tivessem nenhum vínculo com ele. “O dia-a-dia com Luiz Buaiz era muito fácil. Ele é talvez uma das pessoas que conheço que é mais inclinada a fazer o bem. Raramente diz não, é uma pessoa brilhante”, elogia o médico.

Da época em que Luiz Buaiz era provedor da Santa Casa, Noé Silva lembra: acompanhou de perto todos os trabalhos desenvolvidos. “Lá ele demonstrou toda a sua capacidade administrativa, já que pegou o lugar em uma situação difícil, de penúria, e em poucos anos recuperou totalmente a Santa Casa, inclusive reabriu algumas enfermarias que estavam fechadas, e deu condições de trabalho para todos. Foi maravilhoso”, descreve.

Noé Silva conta ainda que trabalhou com Luiz Buaiz no Hospital das Clínicas e na Secretaria de Estado de Saúde do Espírito Santo. “Ele sempre teve um gênio brincalhão, mas ao mesmo tempo era sério. Era um chefe ímpar, tenho saudades. Uma das decisões mais acertadas que ele tomou foi assumir a Santa Casa por amor ao lugar, e depois recuperá-la totalmente”, conta.

Sobre a atuação política de Luiz Buaiz, Noé relata que sempre foi um eleitor do amigo, mas pondera que Brasília não deve ter feito bem a ele. “Ele foi deputado federal por apenas um mandato, não deve ter gostado muito do clima de lá. Ele sempre foi muito sério, por isso deve ter se decepcionado com algo”, especula.

 

PRODUÇÃO

 

Copyright by © Luiz Buaiz – 2012

 

Coordenação do Projeto: Angela Buaiz

 

Captação de Recursos: ABZ Projetos

 

Texto e Edição: Sandra Medeiros

 

Colaboraram nas entrevistas:

Leonardo Quarto

Angela Buaiz

Ruth Vieira Gabriel

 

Revisão: Herbert Farias

 

Projeto e Edição Gráfica: Sandra Medeiros

 

Editoração Eletrônica: Rafael Teixeira e Sandra Medeiros

 

Digitalização: Shan Med

 

Tratamento de Imagens: TrioStudio; Shan Med

 

Fonte: Luiz Buaiz, biografia de um homem incomum – Vitória, ES – 2012.
Autora: Sandra Medeiros
Compilação: Walter de Aguiar Filho, novembro/2020

Especiais

Fugas, Revoltas e Quilombos - As Lutas Contra a Escravidão

Fugas, Revoltas e Quilombos - As Lutas Contra a Escravidão

O uso de cabelos grandes, tanto do tipo black power, quanto do tipo “rastafári”, têm sido sinônimo de rebeldia, conscientização negra

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Viagem ao Espírito Santo (1888) - Princesa Teresa da Baviera (PARTE VI)

Um pouco mais tarde, ouvimos a voz exótica de uma saracura, isto é, de um raleiro que poderia ser uma Aramides chiricote Vieill

Ver Artigo
A possível verdadeira história da tragédia da Vila Rubim - Adilson Vilaça

Bernardino Realino pode ser invocado como protetor de certas categorias de cidadãos, que julgam poder contar com poucos santos

Ver Artigo
Bibliotecas - As 10 mais importantes

1) A Biblioteca Pública do Estado. Fundada em 16-6-1855, pelo Presidente da Província Dr. Sebastião Machado Nunes.

Ver Artigo
Atividades Pioneiras - As 10 mais importantes

2) Advogados no Tribunal. Partiu da Constituição Espírito-santense de 1892 a prerrogativa dada hoje aos Advogados de participarem da composição dos Tribunais   

Ver Artigo
A origem da Praia da Costa

Ao tomar posse da Capitania do Espírito Santo em 1535, Vasco Fernandes Coutinho reservou para si uma área que veio a ser conhecida como " Fazenda da Costa".

Ver Artigo