Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando desde 2000 a Cultura e História Capixaba

Inhoá – Por Edward Athayde D’Alcântara

Enseada de Inhoá, 1912

Aldeia de pescadores. Recordo-me muito bem; a gente saía da Praça da Matriz, entrava na Rua São Bento, mais à frente seguia contornando a Pedra de Nossa Senhora pelo caminho de Inhoá até a vila do mesmo nome.

Era uma comunidade muito simples, vivendo harmoniosamente, embora a falta de conforto naqueles pequenos barracos, casebres, ali viviam pescadores felizes. Na fileira de casas acompanhando a orla da praia podiam-se contar no máximo umas três a cinco casas de alvenaria.

Viveram felizes durante séculos, até que na década de 1940 a 1950 foram alijados, pela União, de suas casas e pertences, cedendo o terreno para a construção da Escola de Aprendizes de Marinheiro do Espírito Santo. Transferidos para outros lugares, a maioria foi deslocada para o loteamento mal urbanizado da prefeitura de Vila Velha, na área onde tinha funcionado, por longos anos, o matadouro municipal.

Dentre os muitos moradores de Inhoá, conheci o senhor João Santos, moreno alto, espadaúdo, pai de Espingarda, Capacete e Espoleta; Adozino, André Nogueira e seus filhos (Ruth, Olívia, Nael, Marta, José, o Zeca e Dedê);  Oscar Pedro, Baiano, Belmiro, Alcino, Manoel Carneiro, Horácio, Alcides, Pedro Julieta, e muitos outros. Poucos deles ainda vivem.

 

Fonte: Memória do Menino...e de sua Velha Vila, 2014
Autor: Edward Athayde D’Alcântara
Produção: Casa da Memória de Vila Velha
Compilação: Walter de Aguiar Filho, abril/2020

Curiosidades

O epílogo pecebista – Partido Comunista Brasileiro

O epílogo pecebista – Partido Comunista Brasileiro

A principal força política de esquerda no período anterior deposição de Jango foi o Partido Comunista Brasileiro

Pesquisa

Facebook

Leia Mais

Praias - As 10 mais frequentadas por Eurípedes Queiroz do Valle

Iriri. Deriva de reri ou riri, ostras, mariscos que se encontra em toda costa espírito-santense. Irirí vem a ser portanto local onde há abundância de ostras

Ver Artigo
O Liceu: uma fábrica que virou escola - Por Gabriel Bittencourt

Assim nasceu o Liceu, no prédio da fábrica de papéis, na rua Moreira nº 170, depois do desmonte e alienação do maquinário daquele empreendimento industrial

Ver Artigo
Barra do Jucu – Por Seu Dedê

No ano de 1886, administrada pelo doutor Antônio Athayde, foram feitos os reparos, sendo a obra dividida em três lances unidos por um aterro

Ver Artigo
Lembranças, Presentes e Souvenires do ES - Os 10 mais curiosos (1971)

Biscoitos Alcobaça.  São produtos da Fábrica Alcobaça, de propriedade da firma “Rami­ro S.A. Indústria e Comércio”, instalada no Município de Espírito Santo (Vila Velha), com depósitos em Vitória

Ver Artigo
Características Naturais do Espírito-Santense - Por Eurípedes Queiroz do Valle

1) A saudação. Trata-se de uma exclamação de cunho amistoso, usada para saudar amigos e conhecidos. É representada por um “Ei!” pronunciado com uma en­tonação especial de voz

Ver Artigo