Morro do Moreno: Desde 1535
Site: Divulgando há 16 anos Cultura e História Capixaba

layer1-background

A Páscoa de Jesus - Por Areobaldo Lellis Horta

Era no Carmo Pequeno a igreja onde se celebravam todos aqueles atos, sendo que na Matriz apenas, no decurso da Quaresma, se realizava o beija-pé, às sextas-feiras

layer1-background

Igrejas e Irmandades – Por Areobaldo Lellis Horta

A de Santa Luzia, ou da Senhora dos Remédios, a mais antiga da cidade, construída para o culto da mesma santa

layer1-background

Por que Peroás e Caramurus? - Por Areobaldo Lellis Horta

À garrida "oficialidade" ao passar a igreja da Misericórdia, onde está hoje o edifício da Assembléia, a guarda, postada à porta do Palácio, bradou "às armas" e o pequeno pelotão ali existente, formou, sob o comando de um sargento

layer1-background

A Iluminação Pública - Por Areobaldo Lellis Horta

Como sempre, nas noites enluaradas, não eram acesos os lampiões públicos, sendo empregados os de tipo Belga

Destaques

O Nosso Pai, - extrema-unção – Por Areobaldo Lellis Horta Religiosos do ES

A Igreja Católica possui um número determinado de sacramentos, dos quais o primeiro é o batismo e o último, a extrema-unção

🔍 O Nosso Pai, - extrema-unção – Por Areobaldo Lellis Horta

🔍 Os Santos Populares – Por Aerobaldo Lellis Horta

Folclore e Lendas Capixabas
Os Santos Populares – Por Aerobaldo Lellis Horta

🔍 Quantas montanhas...

Matérias Especiais
Quantas montanhas...

🔍 Peroás e Caramurus – Por  Areobaldo Lellis Horta

Variedades
Peroás e Caramurus – Por Areobaldo Lellis Horta

Galerias

Galeria Morro do Moreno - Fotos e Imagens

Desde o início da colonização do Espírito Santo, o Morro do Moreno funcionava como posto de observação...

Galeria de Elder Ferreira

Professor e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha nos brinda com esta galeria maravilhosa, retratando a cidade dos Capixabas!...

Pinturas, Kátia Bobbio

Apresentamos algumas de suas pinturas

Viajantes Estrangeiros ao Espírito Santo

Fotos e ilustrações de alguns viajantes que estiveram no estado no século XVIII

História do ES

A Ilha de Vitória – Por Serafim Derenzi

A Ilha de Vitória – Por Serafim Derenzi

É uma posição privilegiada para superintender, como capital e porto, os destinos políticos e econômicos do Estado de que é capital

Pesquisa

Facebook

Bairros e Ruas

Como nasceu a Vitória – Por Areobaldo Lellis

Circundada por montanhas desabitadas, os seus extremos eram ligados, a partir das Pedreiras, hoje Barão Monjardim

Ver Artigo
Rua 13 de Maio (ex-rua do Piolho) – Por Elmo Elton

Esse caminho, sinuoso passou a ser a Rua do Piolho, que, já neste século, trocaria de nome para rua Treze de Maio

Ver Artigo
Rua 23 de Maio

Era considerada, até os anos 40, como ponto nobre da cidade. Teve belas residências, destacando-se sobretudo a Vila Oscarina, palacete de propriedade de Antenor Guimarães

Ver Artigo
Ponte da Fruta – Por Edward Athayde D’Alcântara

Até os anos 40 era pequena e conhecida ainda como vila de pescadores e era considerada área rural do município

Ver Artigo